Elvis Gonzalez/EFE
Elvis Gonzalez/EFE

Corinthians volta ao Brasil confiante após derrota mínima e enaltecendo Cássio

Elenco alvinegro mostra confiança para reverter a decisão contra o Colo-Colo no dia 29

O Estado de S.Paulo

09 Agosto 2018 | 11h00

O elenco do Corinthians volta ao Brasil na noite desta quinta-feira após a derrota por 1 a 0 para o Colo-Colo claramente conformado com o resultado e enaltecendo mais uma grande atuação do goleiro Cássio. Ao final da partida, os dois assuntos dominaram as entrevistas em Santiago.

"Cássio teve uma atuação muito interessante, ele é jogador de Seleção. E ele teve uma atuação que ela realmente nos ajudou a ter esse resultado de placar mínimo", disse o técnico Osmar Loss. Romero seguiu na mesma linha. "Acho que o Cássio teve uma atuação muito boa, não só ele. Infelizmente saímos derrotados, mas a gente jogou bem com 10 homens e estamos vivos. Vamos fazer de tudo para classificar", comentou o paraguaio.

Foram pelo menos três grandes defesas do goleiro e a principal delas foi nos minutos finais quando Barrios desviou cruzamento e o goleiro saltou para uma difícil defesa que fez até com que os adversários se rendessem a ele. 

O meia Valdivia lamentou a noite inspirada do adversário. "Ele é um grande goleiro e teve uma atuação muito segura, mas merecíamos um pouco mais", comentou o ex-palmeirense. Lucas Barrios também foi só lamentação com a atuação do rival. "Ele é um grande goleiro, por isso foi para a Copa. A bola que ele pegou foi muito boa".

O lateral-esquerdo Danilo Avelar admite que Cássio conseguiu minimizar a derrota. "Sofremos um pouco e o Cássio teve que nos salvar várias vezes", comentou o jogador. 

Para Henrique, a derrota mínima deixa a disputa em aberto. "Creio que temos totais condições de reverter em casa", comentou o defensor, que saiu com dores musculares, mas ele disse que foi precaução e que não deve ser problema para a sequência dos jogos. 

 

 

Mais conteúdo sobre:
CorinthiansColo-coloCássio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.