Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Corinthians volta aos treinos com Jadson ameaçado de perder posição

Meia caiu de rendimento nos últimos jogos e pode ser substituído por Marquinhos Gabriel

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

04 Outubro 2017 | 11h00

Após dois dias de folga, o elenco do Corinthians retorna aos treinamentos nesta quarta-feira à tarde, no CT Joaquim Grava. O técnico Fábio Carille deverá ter importantes desfalques para o jogo com o Coritiba, mas a dúvida maior fica para a situação de Jadson, que não vive um bom momento e pode perder a posição no time.

+ Em briga na Justiça com o Corinthians, Carlinhos entra na mira de clube francês

Após muitos erros nos primeiros tempos diante de São Paulo e Cruzeiro, o meia foi substituído nas duas partidas e o time acabou apresentando uma melhora. Jadson deu entrevista após o time mineiro em que admitiu não estar em um bom momento, mas prometeu dar a volta por cima. 

Quanto a Carille, o técnico tem o hábito de apostar em um jogador e não "desistir" dele tão fácil. Entretanto, começa a dar indícios de que pode promover mudanças na equipe. Na semana passada, ele chegou a treinar o time sem Jadson e Gabriel e justificou que era apenas para fazer um teste, visando circunstâncias especiais em uma partida.

Para o jogo com o Coritiba, já são três desfalques certos. O lateral-direito Fagner e o atacante Romero cumprem suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Já o volante Gabriel foi suspenso por duas partidas por um gesto obsceno em direção a torcida do São Paulo. 

+ Reforçado por profissionais, Sub-20 do Corinthians enfrenta o La Coruña

A lista de ausências pode aumentar. Balbuena e Cássio foram convocados por suas seleções - paraguaia e brasileira, respectivamente - e caso joguem por elas, dia 10, dificilmente terão condições de atuar no dia 11. Já Paulo Roberto e Jô se recuperam de problemas físicos e devem ter condiçõe de jogo, mas precisam mostrar estar recuperados durante os treinos até o dia do jogo. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.