Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Corinthians vota aprovação de mudança no estatuto do clube

Associados terão que ratificar decisão do Conselho Deliberativo

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

22 Outubro 2016 | 07h00

O Corinthians terá assembleia geral entre os associados neste sábado, das 9h às 17h, no Parque São Jorge, para votar as mudanças no estatuto do clube, que já foram aprovadas pelo Conselho Deliberativo, mas precisa da ratificação dos associados, algo que deve ocorrer sem grandes transtornos. 

Dentre outras alterações, o fim do chamado Chapão, que elegia 200 conselheiros automaticamente com o candidato vencedor da eleição para presidente. Com as mudanças, poderão ser formadas chamas de 25 conselheiros cada e o associado terá que votar em apenas uma delas. As oito mais votadas tomam posse e a 9ª e 10ª ficam como suplentes.

Também foi discutido a antecipação da eleição, que atualmente é fevereiro, para novembro. O presidente seria definido em novembro, mas assumiria o cargo em janeiro. A alteração, se confirmando, entra em vigor na eleição de 2021.

Outras duas novidades é o fato do associado poder votar apenas se estiver com as mensalidades em dia por cinco anos ininterruptamente. Atualmente, bastava ele quitar os débitos em atraso, que teria direito de participar das votações. 

E a outra nova norma é a Lei da Ficha-Limpa, que impede um conselheiro condenado a se candidatar a qualquer cargo por um período de oito anos e a inelegibilidade por dez anos de dirigentes afastados de seus cargos por irregularidades.

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
Corinthians Futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.