Arte/Estadão
Arte/Estadão

Corinthians x Guaraní-PAR: onde assistir e escalação do jogo pela Libertadores

Saiba onde vai passar o jogo do Corinthians, quem apita e mais informações da partida

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

11 de fevereiro de 2020 | 15h45
Atualizado 11 de fevereiro de 2020 | 17h42

O Corinthians faz nesta quarta-feira seu jogo mais importante do ano até aqui. O time alvinegro recebe o Guaraní, do Paraguai, às 21h30, na Arena Corinthians, pelo jogo de ida da segunda fase da Copa Libertadores. O confronto terá transmissão na TV aberta, fechada e internet.

Onde assistir Corinthians x Guaraní?

O torcedor pode assistir ao vivo ao jogo pelos canais SporTV e TV Globo (para todo o Brasil, exceto Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espirito Santo, Maranhão, Piauí, Paraíba, Pernambuco e a cidade de Juiz de Fora-MG), que também vão transmitir a partida pelos seus sites e aplicativos. Além disso, o Estado vai fazer tempo real do confronto. 

Escalação de Corinthians x Guaraní

  • Corinthians: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Gil e Lucas Piton; Camacho, Cantillo, Luan, Everaldo (Pedrinho) e Janderson; Boselli. Técnico: Tiago Nunes
  • Guaraní-PAR: Servio; Guillermo Benítez, C.Báez, Romaña e Iván Ramírez; Morel, Cáceres, Ángel Benítez, Florentón e Edgar Benítez; Fernando Fernández. Técnico: Gustavo Costas

Arbitragem

O árbitro da partida será o argentino Nestor Pitana. Ele terá como auxiliares, os também argentinos Juan Belatti e Julio Fernandez. O quarto árbitro será Mauro Vigliano. 

O primeiro jogo, disputado na quarta-feira passada, terminou com vitória do Guaraní por 1 a 0. Assim, o time alvinegro precisa vencer por dois gols de diferença para se classificar. Como gols fora de casa contam, se levar um gol, o time de Tiago Nunes precisará vencer por três gols de diferença. 

O classificado deste confronto vai pegar na próxima fase quem passar de Cerro Largo x Palestino. No primeiro jogo, a partida ficou no 1 a 1 e a decisão acontece nesta quarta, às 19h15.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.