Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Corinthians e Santos se reencontram após clássico que separou rivais entre 'céu e inferno'

Goleada de 4 a 0 no último confronto, em jogo válido pela Copa do Brasil, colocou adversários em momentos distintos na temporada

Pedro Ramos, O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2022 | 05h00

Corinthians e Santos voltam a se encontrar, neste sábado, às 19h, na Neo Química Arena, agora pelo Brasileirão, três dias depois do clássico que colocou a equipe de Vítor Pereira em alta, com a vitória por 4 a 0 pela Copa do Brasil, e o time de Fabián Bustos bastante pressionado. Do 'céu ao inferno', o duelo da última quarta-feira representou ao mesmo tempo a melhor atuação do Corinthians e a pior do Santos em 2022. Vítor Pereira conquistou sua primeira vitória em clássicos enquanto Bustos segue sem saber o que é vencer um rival e viu as cobranças sobre seu trabalho subirem o tom.

"O jogo vai ser diferente, com certeza. Temos que manter os níveis de concentração e confiança. Quando essas duas coisas se alinham, a probabilidade de um bom jogo é maior", disse o treinador português, que deve contar com o retorno do zagueiro Bruno Méndez, que volta ao clube após empréstimo ao Internacional.

Para a partida deste sábado, o Corinthians pode ter sete trocas no time titular. A equipe terá pouco tempo de recuperação até voltar a campo na terça-feira, quando faz o primeiro jogo das oitavas de final da Copa Libertadores, diante do Boca Juniors, novamente em casa.

Pressão em Bustos

Além das críticas à apresentação do Santos em campo, Bustos foi cobrado por não ter substituído ainda no intervalo, já que perdia por 3 a 0, e pela escolha dos nomes nas trocas. O técnico argentino desabafou sobre o rendimento da equipe em campo. "Não lembro de uma noite pior que hoje (quarta). Nem como jogador senti o que senti hoje. Uma vergonha", lamentou Bustos, que ainda apontou a falha de um de seus comandados. "O primeiro tempo foi vergonhoso depois do gol. Segundo gol é erro grosseiro de um jogador que não vou dizer". 

O presidente do Santos, Andres Rueda, foi até o CT Rei Pelé na quinta-feira para exigir explicações e reação da equipe após a goleada. Bustos, que cumprirá suspensão contra o Corinthians e não estará na beira do campo, e o executivo de futebol, Edu Dracena, também receberam críticas.

O Santos pode ter seis mudanças na equipe titular em relação à goleada sofrida para o Corinthians na quarta-feira. Todos os setores deverão ter trocas. O time não terá o goleiro João Paulo e o volante Vinicius Zanocelo, ambos suspensos. Já o zagueiro Maicon é dúvida enquanto o lateral-direito Madson segue fora.

CORINTHIANS X SANTOS

CORINTHIANS - Cássio; Rafael Ramos (Fagner), Robson Bambu (Méndez), Robert Renan e Fábio Santos; Du Queiroz (Xavier), Roni e Giuliano (Matheus Araújo); Adson, Mantuan (Giovane) e Júnior Moraes. Técnico: Vítor Pereira.

SANTOS - John; Auro, Emiliano Velázquez, Eduardo Bauermann e Felipe Jonatan (Lucas Pires); Rodrigo Fernández, Camacho (Sandry), Léo Baptistão e Lucas Braga; Ângelo e Marcos Leonardo. Técnico: Fabián Bustos.

ÁRBITRO - Flávio Rodrigues de Souza.

HORÁRIO - 19h.

LOCAL - Neo Química Arena.

TV - Premiere. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.