Rodrigo Gannazel/Estadão
Rodrigo Gannazel/Estadão

Corintiano Gabriel terá expulsão equivocada em clássico julgada nesta segunda

Corinthians espera que TJD mantenha decisão anterior de efeito suspensivo

Raphael Ramos, O Estado de S. Paulo

06 de março de 2017 | 07h00

A expulsão do corintiano Gabriel no clássico com o Palmeiras será julgada nesta segunda-feira, às 17 horas, pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), na sede da Federação Paulista de Futebol. O volante levou o cartão vermelho de maneira equivocada, após o árbitro Thiago Duarte Peixoto confundi-lo com Maicon.

Após o juiz admitir o erro na súmula do jogo e Corinthians entrar com um recurso, o TJD concedeu efeito suspensivo a Gabriel e, assim, permitiu que o volante enfrentasse o Mirassol na rodada seguinte. Ainda há, no entanto, polêmica em relação à condição de jogo de Gabriel para a próxima rodada do Campeonato Paulista, diante da Ponte Preta, domingo, em Campinas.

Isso porque, no entendimento do Corinthians, o TJD anulou os dois cartões amarelos que Gabriel levou contra o Palmeiras: o primeiro de maneira correta e o segundo, equivocado. Assim, o volante teria apenas dois cartões acumulados no Campeonato Paulista e estaria livre para enfrentar a Ponte Preta.

Mas, se o TJD considerar nula somente a segunda advertência, significa que Gabriel soma três cartões no Estadual e terá de cumprir suspensão automática na próxima rodada. A polêmica deverá ser desfeita nesta segunda-feira, durante o julgamento da expulsão de Gabriel no TJD.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.