Corintiano morto ao voltar para casa

O corintiano Wellington Martins, de 25 anos, também foi vítima de confrontos entre torcedores após o clássico de ontem (16) no Estádio do Morumbi. O rapaz foi morto com um tiro na cabeça, quando voltava para casa. Ele ainda chegou a ser socorrido na Santa Casa de Santo Amaro, mas não resistiu aos ferimentos.De acordo com João Aparecido da Costa, delegado-assistente do 11º Distrito Policial (Santo Amaro), uma briga entre torcedores do Corinthians e do Palmeiras aconteceu na altura do número 6.250 da Avenida Santo Amaro, próximo da Rua Graham Bell, zona sul, por volta das 20 horas.Testemunhas disseram que um grupo de 20 corintianos seguia à pé pela avenida. Logo atrás, 15 palmeirenses faziam o mesmo caminho. Os torcedores começaram a trocar ofensas ? as provocações teriam partido do lado dos corintianos. Um ônibus com cerca de 60 palmeirenses passou pela via. Avisados, desceram do coletivo e iniciaram a briga, armados de paus e pedras. Wellington, no entanto, foi baleado.O único envolvido na briga ouvido pela polícia foi Claudeir de Oliveira Paiva, de 26 anos, que ficou ferido após uma bomba caseira ter estourado em uma de suas mãos. ?Conversei com ele por telefone, mas o torcedor não quis dar muitas informações sobre o que aconteceu?, informou Costa. Por se tratar de um tumulto generalizado, o delegado afirma que será muito difícil chegar aos autores do crime.Segundo uma amiga da família, que se identificou apenas como Cláudia, Wellington trabalhava havia um mês e meio como promotor de vendas.Depois de ter trabalhado no domingo, seguiu para o jogo. ?A família foi avisada na noite de ontem (16) pelo hospital. Quando chegaram lá, receberam a notícia?, disse, muito emocionada. Outra amiga, Luciana, não soube dizer se ele fazia parte de alguma torcida organizada ou se vestia o uniforme do time no momento do ataque. O corpo do torcedor foi levado no início da noite ao Cemitério Vale da Paz, em Diadema. O enterro será nesta terça-feira, às 9 horas.

Agencia Estado,

17 de outubro de 2005 | 19h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.