Ernesto Rodrigues/Estadão
Ernesto Rodrigues/Estadão

Corintianos fazem protesto por libertação de torcedores

Torcedores querem pressionar justiça boliviana a aceitar recurso e liberar os corintianos 12 presos

Raphael Ramos, Agência Estado

12 de março de 2013 | 14h13

SÃO PAULO - Com o objetivo de pressionar a Justiça boliviana a aceitar o recurso que pede a liberdade provisória dos 12 corintianos presos em Oruro desde o dia 21 de fevereiro, acusados pela morte do boliviano Kevin Espada, de 14 anos, torcedores das principais organizadas do

A expectativa é de que a Justiça boliviana analise nesta terça-feira a apelação dos corintianos, depois de três adiamentos da audiência do caso. A previsão inicial era de que o recurso fosse julgado no dia 27 de fevereiro, uma semana após a morte de Kevin, mas uma greve geral em Oruro provocada pela mudança do nome do aeroporto da cidade paralisou o Judiciário por dois dias.

Na última quarta-feira o motivo do adiamento foi porque um dos juízes não poderia participar do julgamento. E na sexta, a justificativa dada pela fiscal de investigação Abigail Saba, responsável pelo caso, foi de que ela não trabalharia porque era o Dia Internacional da Mulher.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.