Corintianos jogam bola em prisão e homenageiam Kevin Espada

Os 12 torcedores detidos na Bolívia participaram de uma partida de futebol com sos outros presos de San Pedro

AE, Agência Estado

31 de março de 2013 | 13h21

ORURO - Os 12 torcedores do Corinthians que estão detidos em Oruro, na Bolívia, acusados de envolvimento na morte do jovem Kevin Beltrán Espada, participaram de um jogo de futebol com outros presos na cadeira de San Pedro. Os brasileiros utilizaram uma camiseta na qual homenageavam o garoto boliviano e pediam "justiça".

Na parte da frente da camisa estava escrito "Liberdade, 12 homens inocentes", enquanto a parte de trás levava os dizeres "Kevin Beltrán Espada, eternamente em nossos corações". Esses torcedores estão presos desde o dia 20 de fevereiro, data da partida entre San José e Corinthians, realizada em Oruro, pela Libertadores.

Logo no início do primeiro tempo deste jogo, um sinalizador lançado da torcida do Corinthians acertou o jovem Kevin, de 14 anos, que não resistiu e morreu na hora. Cinco dias depois, um garoto menor de idade assumiu ser o autor do disparo, o que não mudou a situação dos torcedores presos na Bolívia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.