Corintianos minimizam efeitos da crise no Flamengo

'Não podíamos escolher adversário. Agora faremos um clássico nacional', afirma o zagueiro William

AE, Agência Estado

23 de abril de 2010 | 00h29

O Corinthians derrotou o Independiente Medellín por 1 a 0, na noite desta quinta-feira, no Pacaembu, mas o assunto no vestiário foi o próximo compromisso corintiano. Agora, nas oitavas de final da Libertadores, o time enfrenta o Flamengo, em confronto que começa na quarta, no Maracanã.

Veja também:

LIBERTADORES - tabela  Classificação e jogos

BLOG BATE-PRONTO - forum Análise das oitavas

linkCorinthians termina a fase de grupos com a melhor campanha

"Não podíamos escolher adversário. Agora faremos um clássico nacional, diante de uma equipe bastante difícil e temos de fazer dois grandes jogos. Não podemos deixar para decidir em casa", afirmou o zagueiro e capitão corintiano William, já prevendo um grande confronto contra o Flamengo.

"Temos de controlar bem fora de casa e fazer o nosso melhor aqui no Pacaembu", concordou o lateral Roberto Carlos, que lembrou que a crise interna vivida pelo Flamengo não representa facilidade ao Corinthians. "Não podemos achar que será fácil, que eles estão em crise. Será um grande confronto."

Mano Menezes também avisou que o Corinthians não pode se iludir com o momento conturbado que vive o próximo adversário. "O Flamengo da quarta-feira que vem não será o Flamengo que teve dificuldades para se classificar. Será um Flamengo mais forte", avaliou o treinador corintiano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.