Corintianos permanecem sem receber

Os jogadores do Corinthians continuam sem ver a cor do dinheiro, referente aos prêmios da conquista do Rio-São Paulo e da Copa do Brasil. Depois de três dias de folga, os atletas voltaram a treinar nesta segunda-feira e não se reuniram com o vice-presidente Antonio Roque Citadini. O último encontro ocorreu na quinta-feira."Se o clube deve, tem de pagar. Conseguimos dois títulos e cumprimos nossa obrigação", disse o zagueiro Fábio Luciano, um dos que estão mais preocupados com o atraso. "Confio na diretoria. Nunca tivemos problemas com isso. Uma hora o dinheiro cai na conta", acrescentou.De acordo com Citadini, o atraso dos prêmios (R$ 90 mil por jogador) é culpa das tevês, que não pagaram ainda os direitos de transmissão. A equipe treina até quarta-feira. Depois terá dez dias de folga e vai para Extrema (MG), como preparação para a Copa dos Campeões, em julho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.