Coritiba anula o Internacional e vence por 1 a 0

A vitória deixa o time paranaense em 15.º lugar, com 22 pontos, mais longe da zona de rebaixamento

JÚLIO CÉSAR LIMA, Agência Estado

29 de agosto de 2012 | 21h57

CURITIBA - Com um sistema de marcação forte, o Coritiba anulou o Internacional e venceu a equipe gaúcha por 1 a 0, nesta quarta-feira, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, pela 20.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O único gol da partida foi marcado aos 11 minutos do segundo tempo, por Rafinha, em uma bola rebatida pela defesa. A vitória deixa o time paranaense em 15.º lugar, com 22 pontos, mais longe da zona de rebaixamento. Já o clube de Porto Alegre permanece com 31 pontos, sem chances de encostar na zona de classificação para a Copa Libertadores.

Pressionado pela má posição na tabela de classificação, o Coritiba precisava tomar a iniciativa da partida, mas o técnico Marcelo Oliveira montou sua equipe com forte marcação sobre o Internacional. Com isso, a bola pouco chegava para Forlán e Leandro Damião, que somente aos 25 minutos teve uma chance, ao chutar de longe e acertar o travessão. Apesar do domínio, porém, o Coritiba também não chegava com perigo ao gol dos gaúchos, mesmo com maior volume de jogo.

No segundo tempo, após perder uma chance incrível com Marcel, aos 10, o time da casa abriu o placar no minuto seguinte, depois que Lincoln chutou e Muriel defendeu parcialmente. Na sequência, Bolívar chutou, a bola bateu em Rafinha e entrou devagar no canto esquerdo do goleiro colorado.

Com o gol, o técnico Fernandão resolveu dar mais velocidade à equipe e tirou Forlán para colocar Mike e depois Kleber para a entrada de Marcos Aurélio. Já Marcelo Oliveira reforçou o meio com as trocas de Lincoln e Chico por Gil e Júnior Urso, respectivamente.

As mudanças não surtiram efeito para o Internacional, que continuava bem marcado e passava a arriscar jogadas de bola parada. Aos 26 minutos, Marcos Aurélio quase empatou depois de uma cobrança de falta defendida por Vanderlei.

O jogo perdeu qualidade técnica e passou a ser administrado pelo Coritiba, que quase ampliou aos 43 minutos em cobrança de falta de Ayrton - a bola bateu na trave. Para o Internacional restaram os chutes de longa distância, sem perigo. Muito pouco para uma equipe que briga pelo G4.

CORITIBA 1 x 0 INTERNACIONAL

CORITIBA - Vanderlei; Ayrton, Pereira, Escudero e Eltinho; Willian, Chico (Júnior Urso), Robinho e Lincoln (Gil); Rafinha e Alex Santos (Marcel). Técnico: Marcelo Oliveira.

INTERNACIONAL - Muriel; Nei, Bolívar, Juan (Índio) e Kleber (Marcos Aurélio); Ygor, Elton, Guiñazu e Fred; Diego Forlán (Mike) e Leandro Damião. Técnico: Fernandão.

GOL - Rafinha, aos 11 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Escudero, Lincoln e Chico (Coritiba); Elton, Leandro Damião e Diego Forlán (Internacional).

ÁRBITRO - Péricles Bassols Pegado Cortez (Fifa/RJ).

RENDA - R$ 203.852,00.

PÚBLICO - 12.200 pagantes.

LOCAL - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCoritibaInter

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.