Coritiba anuncia saída de Jamelli como dirigente

O Coritiba anunciou nesta segunda-feira que Paulo Jamelli não faz mais parte do departamento de futebol do clube. O ex-jogador pediu demissão do cargo de coordenador e a diretoria concordou com sua saída. Jamelli chegou ao time paranaense em abril do ano passado, e participou da montagem do atual elenco, fato reconhecido pelo diretor de futebol do Coritiba, Homero Halila.

AE, Agencia Estado

30 de março de 2009 | 17h51

"Ele foi fundamental na profissionalização do departamento de futebol com sua experiência em clube nacionais e internacionais. Nos ajudou muito em negociações importantes, na renovação de craques, e a trazer jogadores como Marcos Aurélio, Marcelinho (Paraíba), Pereira e Cleiton", disse Halila, completando que Jamelli deixa o clube "por questões de divergências".

O motivo da saída foi confirmado pelo próprio Jamelli, que apontou as divergências com o técnico Ivo Wortmann como principal fator para o pedido de demissão. "Foi uma decisão tomada por mim. Aconteceram várias situações entre eu e o Ivo, extremamente normais no futebol, e antes que isso começasse a atrapalhar o time e falassem isso ou aquilo, tomei a decisão de sair pensando no bom andamento das coisas", esclareceu.

O Coritiba anunciou ainda que não tem um substituto definido para o cargo de Jamelli. A direção do clube acredita que o mais importante no momento é a fase decisiva do Campeonato Paranaense. Após a primeira rodada, em que venceu o Paranavaí por 3 a 0, o Coritiba está na liderança do octogonal, com quatro pontos somados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.