Divulgação
Divulgação

Coritiba busca vencer a primeira no clássico contra o Atlético-PR

Na zona de rebaixamento, equipe de Alex precisa de recuperação para sair de situação ruim

Julio Cesar Lima, Agência Estado

25 de maio de 2014 | 08h13

CURITIBA - Duas equipes com problemas em seus ataques e em busca de uma vitória para terminar em posição mais cômoda esta fase do Campeonato Brasileiro, antes da paralisação para a Copa do Mundo. É nesta situação que Atlético Paranaense e Coritiba entram em campo às 16 horas, no estádio Willie Davids, em Maringá (PR), pela sétima rodada.

As duas equipes ocupam a parte de baixo da tabela de classificação, sendo que o Atlético começou a rodada na 14.ª colocação, com seis pontos, e o Coritiba na 18.ª e antepenúltima posição com quatro, apenas dois a mais que a lanterna Chapecoense.

Apesar disso, o Atlético deverá ser um pouco mais cauteloso e o técnico interino Leandro Ávila deve manter a mesma equipe que empatou por 1 a 1 contra o Corinthians no meio da semana. A única dúvida está no ataque, pois Bady e Douglas Coutinho brigam pela vaga de Marcelo, que se recupera de uma lesão muscular e está fora das próximas partidas.

"O espírito de luta e de equipe tem que ser o mesmo que tivemos naquela partida com o Corinthians. Naquele jogo, mesmo fora de casa, não deixamos de buscar a vitória. É um clássico em que não há favorito. Mas certamente jogaremos com o apoio da nossa torcida e por isso temos a responsabilidade de vencer", afirmou.

"Noventa por cento do nosso time já está montado. Talvez possa fazer uma mudança, mas ainda estou pensando. Mas com certeza vou procurar fazer o que for melhor para o Atlético", concluiu o técnico.

No Coritiba, a fraca atuação de Zé Eduardo e a impaciência que a torcida já mostra com o atacante pode fazer o técnico Celso Roth deixá-lo de fora, mas isso não foi oficializado. Caso Zé Eduardo saia da equipe, o angolano Geraldo e Keirrison brigam pela vaga, ainda que o treinador tenha garantido que Keirrison não tenha ainda condições de jogar o tempo integral.

Para o meia Alex, o time precisa vencer e iniciar nova fase dentro da competição. "Mesmo sendo uma partida longe de Curitiba, é um clássico e por isso sempre é o melhor momento para uma equipe vencer ", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.