Coritiba derrota Ceará e vai à final da Copa do Brasil

O Coritiba derrotou o Ceará por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba, e conseguiu a classificação para a decisão da Copa do Brasil. Será a primeira vez que o time paranaense disputa a final da competição, sendo que seu adversário será o Vasco, que eliminou o Avaí na outra semifinal.

AE, Agência Estado

26 de maio de 2011 | 00h04

Como houve empate sem gols no primeiro jogo do confronto, semana passada, em Fortaleza, o Coritiba dependia de uma vitória simples nesta quarta-feira para conseguir a classificação. Do outro lado, o Ceará tentava chegar à final da Copa do Brasil pela segunda vez na história - perdeu a decisão de 1994 para o Grêmio.

Sensação do futebol brasileiro no primeiro semestre, quando bateu o recorde nacional com 24 vitórias consecutivas, o Coritiba já somava três jogos sem vencer. Mas, diante de sua torcida, conseguiu derrotar o Ceará nesta quarta-feira e manteve o sonho de conquistar mais um título na temporada - já foi campeão paranaense.

JOGO - Jogando em casa, o Coritiba começou pressionando. Assim, criou boas chances nos primeiros minutos, como na cobrança de falta de Anderson Aquino, aos oito, que obrigou o goleiro Fernando Henrique a fazer linda defesa. Aos poucos, porém, o Ceará conseguiu conter o ímpeto do adversário e equilibrou as ações.

Apesar de estar mais preocupado em se defender, o Ceará também levou algum perigo ao goleiro Edson Bastos quando foi ao ataque. Na melhor chance do time cearense, aos 21 minutos, Marcelo Nicácio cobrou uma falta e Lucas Mendes, ao tentar afastar o perigo dentro da área do Coritiba, quase marcou um gol contra.

Mas, logo no começo do segundo tempo, o Coritiba conseguiu abrir o placar. Aos quatro minutos, Rafinha roubou a bola e tocou para Anderson Aquino, que se livrou da marcação e chutou colocado, no ângulo de Fernando Henrique, fazendo 1 a 0. Depois disso, o técnico Vagner Mancini trocou o lateral-direito Diego Macedo pelo atacante Osvaldo, na tentativa de deixar o time do Ceará mais ofensivo.

Precisando do gol para conseguir a classificação - um empate de 1 a 1 já seria suficiente para lhe dar a vaga -, o Ceará passou a se arriscar um pouco mais no ataque. E a tática utilizada pela equipe cearense foi chutar de fora da área, levando algum perigo ao goleiro Edson Bastos. Mas, do outro lado, o Coritiba também soube aproveitar os contra-ataques, assustando Fernando Henrique.

O Ceará precisava do gol, mas foi o Coritiba quem teve a melhor chance. Aos 32 minutos, Léo Gago acertou um chute fortíssimo em cobrança de falta na entrada da área, obrigando Fernando Henrique a fazer grande defesa. Depois disso, o time paranaense tratou de administrar a vantagem e pôde comemorar a classificação.

FICHA TÉCNICA:

Coritiba 1 x 0 Ceará

Coritiba - Edson Bastos; Jonas, Demerson, Emerson e Lucas Mendes; Leandro Donizete, Léo Gago, Rafinha e Davi (Geraldo); Anderson Aquino (Willian) e Bill (Leonardo). Técnico: Marcelo Oliveira.

Ceará - Fernando Henrique; Diego Macedo (Osvaldo), Fabrício, Erivélton e Vicente; João Marcos, Michel, Eusébio e Geraldo (Júnior); Iarley (Washington) e Marcelo Nicácio. Técnico: Vagner Mancini.

Gol - Anderson Aquino, aos quatro minutos do segundo tempo.

Árbitro - Wilson Luiz Seneme.

Cartão amarelo - Fernando Henrique, Geraldo, João Marcos, Edson Bastos, Leandro Donizete e Davi.

Renda - Não disponível.

Público - 27.317 pagantes

Local - Estádio Couto Pereira, em Curitiba.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do BrasilCoritibaCeará

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.