Divulgação
Divulgação

Coritiba derrota o Botafogo e sai da zona de rebaixamento

No Couto Pereira, time paranaense faz 2 a 0 com gols de Joel e Alex e com isso, deixa a lanterna para saltar quatro posições na tabela

Julio Cesar Lima, Estadão Conteúdo

22 de outubro de 2014 | 23h21

Em uma disputa que envolvia dois clubes da zona de rebaixamento, o Coritiba levou a melhor e venceu o Botafogo por 2 a 0, nesta quarta-feira, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, pela 30.ª rodada do Campeonato Brasileiro, e deixou a zona da degola. Com a vitória, o time paranaense subiu para a 16.ª posição, com 32 pontos, e o carioca caiu para a vice-lanterna com 30.

Pressionado pela diretoria e torcedores para vencer e deixar a lanterna da competição, o Coritiba iniciou melhor a partida e tomava a iniciativa do jogo, mas não conseguia finalizar com qualidade. O Botafogo, também na zona de rebaixamento, se fechava e esperava o rival em seu campo para contra-atacar. Apesar da pressão, o time da casa pouco chutava a gol e aos 21 minutos a torcida viu o árbitro anular um gol de Joel, que estava impedido.

Após tentar várias jogadas pelas laterais, o Coritiba abriu o placar aos 29 minutos, quando Carlinhos lançou Joel e o atacante camaronês deu um toque por cima de Jefferson. O Botafogo não mostrava reação e aos 40 sofreu novo golpe com a expulsão de Airton, após o volante fazer uma segunda falta por trás em sequência.

Para a segunda etapa, o técnico Marquinhos Santos não fez alterações, mas apenas pediu uma atenção redobrada para evitar contra-ataques dos cariocas. A estratégia, porém, quase falhou aos cinco minutos, quando Rogério recebeu livre pela direita e na frente de Vanderlei preferiu cavar um pênalti e o Botafogo perdeu a chance de empatar.

Após o susto, o Coritiba retomou o controle da partida e mesmo com um jogador a mais não levava perigo ao gol de Jefferson. O técnico Vagner Mancini colocou o experiente Carlos Alberto em campo e o veloz Yuri Mamute para dar mais agilidade ao ataque. O Botafogo começou a criar mais oportunidades e chegou a ter um gol anulado (o segundo), em jogada de impedimento.

Com o passar do tempo, o time da casa foi retomando o controle e, aos 42 minutos, Alex recebeu uma bola pela esquerda, dominou e chutou sem chances para Jefferson.

Com um atleta a mais e a vantagem no placar, o Coritiba administrou o resultado e comemorou a saída da zona de rebaixamento. Alex espera que a torcida faça a sua parte diante do Grêmio no final de semana. "Tenho a dizer que a torcida continue acreditando; teremos um jogo complicadíssimo contra o Grêmio e vamos precisar de todo o apoio", concluiu.

Get Adobe Flash player
FICHA TÉCNICA

CORITIBA 2 x 0 BOTAFOGO

CORITIBA - Vanderlei; Norberto, Luccas Claro, Leandro Almeida e Carlinhos; Sergio Manoel, Rosinei, Robinho (Elber) e Alex; Zé Eduardo (Martinuccio) e Joel (Gil). Técnico: Marquinhos Santos.

BOTAFOGO - Jefferson; Regis, Dankler, André Bahia e Júnior Cesar; Aírton, Gabriel e Ramírez (Murilo); Wallyson (Yuri Mamute), Rogério e Jobson (Carlos Alberto). Técnico: Vagner Mancini.

GOLS - Joel, aos 29 minutos do primeiro tempo; Alex, aos 42 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Gil, Luccas Claro e Joel (Coritiba); Rogério e Ramírez (Botafogo).

CARTÃO VERMELHO - Aírton (Botafogo).

ÁRBITRO - Anderson Daronco (RS).

RENDA - R$ 116.175,00.

PÚBLICO - 8.106 pagantes.

LOCAL - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCoritibaBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.