Divulgação
Divulgação

Coritiba derrota o Grêmio e se aproxima dos líderes do Brasileirão

Vitória por 1 a 0, em Porto Alegre, deixa clube paranaense a um ponto de Cruzeiro e Botafogo

ELDER OGLIARI, Agência Estado

08 de agosto de 2013 | 23h17

PORTO ALEGRE - O Coritiba venceu o Grêmio por 1 a 0, nesta quinta-feira, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, e manteve-se na luta pela liderança do Campeonato Brasileiro. Após a 12.ª rodada, o clube paranaense permanece em terceiro lugar, com 23 pontos, mas está a apenas um do líder Cruzeiro e do Botafogo. Já o time gaúcho, que sonhava com uma aproximação do bloco da frente, empacou no nono lugar, com 16 pontos.

Atento à formação do adversário, que iniciou o jogo com três volantes, o Coritiba tratou de neutralizar o único articulador do Grêmio, Elano, e não precisou se preocupar muito com Adriano, Riveros e Souza, mais afeitos à marcação do que à armação de jogadas. Contou, ainda, com a vantagem de largar na frente cedo, aproveitando uma das tantas falhas que o time tricolor cometeu ao longo da partida. Aos 9 minutos, Riveros errou um passe, Geraldo tomou a bola e lançou Victor Ferraz, que cruzou para Deivid marcar.

Daí em diante, o Coritiba controlou o placar, dando poucos espaços, enquanto que o Grêmio, nervoso, raramente acertava algum passe ou lançamento. Mesmo com os erros que cometia, o time tricolor gaúcho criou três chances para empatar entre os 28 e os 40 minutos da etapa inicial. Na primeira, Alex Telles cobrou falta na trave. Nas outras duas, Barcos e Kléber acertaram suas conclusões, mas o goleiro Vanderlei estava atento e defendeu.

Ao longo do segundo tempo, o técnico Renato Gaúcho foi trocando meio-campistas por atacantes, mas o Grêmio seguiu improdutivo. Conseguiu apenas cabecear uma bola para fora, com Rhodolfo, e exigir uma defesa de Vanderlei, após chute de Kléber.

Marquinhos Santos, por sua vez, fez substituições para reforçar o bloqueio. Mas não abdicou de atacar. O Coritiba esteve mais perto de ampliar do que o Grêmio de empatar. Aos 19 minutos, Geraldo acertou um chute cruzado que Dida pegou. Aos 32, Deivid também teve sua chance, mas mandou a bola para fora.

GRÊMIO 0 x 1 CORITIBA

GRÊMIO - Dida; Pará, Rhodolfo, Bressan e Alex Telles; Adriano (Maxi Rodríguez), Riveros, Souza (Paulinho) e Elano (Lucas Coelho); Kléber e Barcos. Técnico: Renato Gaúcho.

CORITIBA - Vanderlei; Leandro Almeida, Emerson e Chico; Victor Ferraz (Gil), Willian Farias, Robinho, Lincoln (Sérgio Manoel) e Diogo; Geraldo (Arthur) e Deivid. Técnico: Marquinhos Santos.

GOL - Deivid, aos 9 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Pará, Riveros e Kléber (Grêmio); Chico, Robinho e Deivid (Coritiba).

ÁRBITRO - Paulo Henrique de Godoy Bezerra (SC).

RENDA - R$ 444.208,00.

PÚBLICO - 14.876 pagantes (16.757 no total).

LOCAL - Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoGrêmioCoritiba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.