Coritiba deve manter time no ataque

O técnico do Coritiba, Ivo Wortmann, deve manter o mesmo esquema tático ofensivo que funcionou contra o Goiás e contra o Paraná Clube, na partida de amanhã (16) contra o Flamengo, às 21h40, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba, pela Copa do Brasil. A maior preocupação é fazer com que os jogadores superem a tristeza causada pela desclassificação no Campeonato Paranaense, mesmo com a vitória por 2 a 1 sobre o Paraná Clube.Muitos jogadores choraram no campo e no vestiário, depois da partida. "É a prova de hombridade desse elenco e do amor que eles têm pelo Coritiba", disse Wortmann. Para o meia Juliano, o reconhecimento da torcida, que aplaudiu o time depois do jogo, foi reconfortante."Isso nos deu muita força." Os jogadores mais experientes acreditam que, ao entrar em campo amanhã, o abatimento estará vencido. "A equipe é jovem, mas vai superar isso", afirmou Mabília.Depois de duas partidas, em que entrou no segundo tempo, desta vez o veterano atacante Evair pode iniciar o jogo ao lado de Enílton. Na última quinta-feira, o time recuperou-se diante do Goiás, revertendo por três vezes a vantagem do adversário e conseguindo a vitória e a classificação no fim da partida. "Temos que ter o mesmo espírito de luta", acentuou Evair. "O mais importante é que adquirimos um padrão de jogo e mantivemos a determinação."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.