Coritiba e Atlético-PR iniciam a decisão do Paranaense

Times fazem 13.ª decisão entre eles, com sete vitórias da equipe rubronegra e oito da esquadra coxa-branca

Evandro Fadel, Especial para O Estado de S. Paulo

26 de abril de 2008 | 15h59

Coritiba e Atlético Paranaense iniciam às 16 horas deste domingo, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba, a 13.ª decisão de um Campeonato Paranaense entre os dois principais rivais no Estado. No último confronto, em 2005, o Atlético conquistou o sétimo título em cima do adversário, numa decisão por pênaltis. Por ter feito mais pontos em todo o campeonato, o Atlético tem a vantagem de jogar a partida decisiva em seu campo, no próximo domingo. Se houver dois resultados iguais, a decisão será na prorrogação ou nos pênaltis.   O técnico do Coritiba, Dorival Júnior, preferiu manter o mistério na escalação do time. Afinal, não poderá contar com o lateral-direito Marcos Tamandaré e com o meia Leandro Donizete, que estão contundidos. Além disso, o meia Carlinhos Paraíba sofreu uma pancada no joelho direito, durante os treinamentos, e fará um teste antes do jogo.   Júnior, no entanto, evitou lamentar as ausências. "Prefiro olhar pelo lado de que os que vão entrar vinham aguardando uma oportunidade e se preparando para um momento como esse", disse.   Pelo lado do Atlético, o técnico Ney Franco adotou a mesma estratégia, apesar de não ter nenhum jogador impedido de participar do jogo. O meia Netinho pode voltar a atuar pela lateral-esquerda com a saída de Michel e a entrada de William, o que deixaria o time mais ofensivo.   "O mais importante é ter certeza de que vamos entrar em campo com uma equipe bem equilibrada em todos os setores", destacou Ney Franco. "A responsabilidade é meio a meio. O Atlético tem equipe para chegar no Couto Pereira e conseguir uma vitória, assim como o Coritiba tem qualidade para vencer um jogo na Arena."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.