Coritiba e Goiás empatam e se afastam da Libertadores

A igualdade não interessava para ambas as equipes no jogo deste domingo no Couto Pereira. Mas foi justamente o que aconteceu. Coritiba e Goiás empataram por 1 a 1 e ficaram em situação difícil para seguir na busca por uma vaga à Libertadores no Brasileirão. O time paranaense somou 46 pontos e está na oitava posição. Com um ponto a menos, o clube goiano vem logo atrás na classificação, em nono. Na próxima rodada, o Coritiba terá um confronto complicado, contra o Flamengo, no Maracanã. O jogo é na quinta-feira, dia 23. Já o Goiás joga ainda antes, na quarta, contra o Vasco, no Serra Dourada.A partida em Curitiba começou devagar no primeiro tempo. O Coritiba tentava fazer valer o fator casa, mas não acelerava o jogo, preferindo manter a posse de bola. Quando o Goiás subia ao ataque, também trocava passes com calma. Com as duas equipes se estudando, poucas chances de gols eram criadas.Aos cinco minutos, Keirrison perdeu a primeira oportunidade para o time da casa. O atacante recebeu cruzamento da esquerda e dominou livre de marcação na área do Goiás. O arremate, porém, saiu forte e por cima da meta. O Coritiba não conseguiu mais ameaçar e o Goiás começou a impor o seu jogo, saindo nos contra-ataques e rondando o gol da equipe anfitriã. Depois que Paulo Baier cobrou falta com perigo aos 15, o time goiano encaixou um bom contragolpe aos 28 minutos. O volante Fernando veio conduzindo a bola pelo meio e tinha dois jogadores como opção pelos lados. Mas ele preferiu tentar o chute colocado e acabou jogando para fora. O Goiás então criou duas chances de muito perigo e acabou abrindo o placar na segunda.Aos 37, na confusão na área, a bola acabou sobrando para Romerito. O meia ficou de frente para o goleiro e ameaçou por duas vezes o chute. Vanderlei continuou fechando o gol e Vitor apareceu para finalizar em cima do arqueiro. Um minuto depois, Júlio César recebeu passe enfiado na frente e avançou. Já dentro da área, tocou de lado para Romerito, que se redimiu do lance anterior e bateu colocado, no canto esquerdo.Ainda na primeira etapa, o Coritiba tentou correr atrás do prejuízo, mas na base da vontade. No segundo tempo, as duas equipes voltaram mais organizadas e chegaram ao gol adversário logo nos instantes iniciais. Com seis minutos, Keirrison cruzou dentro da área para Ariel. O atacante dominou no peito e bateu forte. A bola desviou na zaga goiana e explodiu na trave.Com as entradas de João Henrique e Marlos, o Coritiba ficou mais ofensivo e chegou ao empate por 1 a 1 aos dez minutos. Após cobrança de escanteio, Felipe dominou de costas, girou e chutou de fora da área, no cantinho de Harlei, que nada pôde fazer. Apenas três minutos depois, o Goiás deu o troco quando Paulo Baier pegou a sobra de bola dentro da área, e encheu o pé para chutar por cima.A partida então seguiu equilibrada. O Coritiba chegava mais, mas o Goiás subia com velocidade e também ameaçava. No final, o time goiano ainda conseguiu pressionar para tentar a vitória. Aos 44 minutos, os visitantes chegaram com Anderson Gomes, que tinha Romerito livre na área. No entanto, o atacante rolou muito para trás, onde não havia ninguém do Goiás para concluir. Ficha Técnica:Coritiba 1 x 1 GoiásCoritiba - Vanderlei; Maurício, Rodrigo Mancha e Felipe; Marcos Tamandaré (Henrique Dias), Alê, Leandro Donizete (João Henrique), Carlinhos Paraíba (Marlos) e Ricardinho; Ariel Nahuelpan e Keirrison. Técnico: Dorival Júnior.Goiás - Harlei; Ernando, Henrique e Rafael Marques; Vitor, Fahel, Fernando (Fabio Bahia), Paulo Baier (Anderson Gomes), Romerito e Júlio César; Iarley (Adriano Gabiru). Técnico: Hélio dos Anjos. Gol - Romerito, aos 38 minutos do primeiro tempo; Felipe, aos 10 minutos do segundo tempo.Cartões amarelos - Ricardinho e Rodrigo Mancha (Coritiba); Fahel e Rafael Marques (Goiás).Árbitro - Paulo César Oliveira (Fifa-SP).Renda - R$ 222.315,00.Público - 15.865 pagantes (18.607 no total).Local - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.