Coritiba e Vitória empatam por 1 a 1

Com um gol aos 42 minutos do segundo tempo, Souza livrou o Coritiba de amargar sua quarta derrota em casa. O Vitória fez um jogo de igual para igual com o time paranaense, no Estádio Couto Pereira, nesta quinta-feira à noite, e somente não levou os três pontos para Salvador, pois seus atacantes não aproveitaram as oportunidades criadas quando o time já vencia por 1 a 0. A torcida coritibana que já ensaiava vaias acabou saindo aliviada com o empate. A impressão que se tinha quando o juiz deu início ao jogo era que o Coritiba aplicaria uma goleada tal o ímpeto com que buscava o ataque, marcando a saída de bola do Vitória e forçando o ataque. No entanto, não conseguia vencer o goleiro Juninho, que estava em grande noite. Somente por volta dos 10 minutos, os jogadores baianos conseguiram um pouco de fôlego, levando a marcação para o meio-de-campo. A nova postura do Vitória levou o Coritiba a deixar de lado o rigor tático que havia demonstrado até então e passou a encontrar mais dificuldade para a progressão. O jogo passou a um vai-e-vem constante, com os dois times procurando criar jogadas de gol, mas não conseguindo finalizar com precisão. Aos 16 minutos do segundo tempo, o Vitória mostrou que estava vivo. Tcheco errou a jogada e o time baiano partiu no contra-ataque, não marcando apenas porque Gilmar se precipitou na finalização. Aos 18 minutos, Nivaldo perdeu, de cabeça, a oportunidade de abrir o placar para o Coritiba. No minuto seguinte, Samir aproveitou um passe de Zé Roberto para colocar a bola na rede coritibana. O Vitória não aproveitou outras chances criadas e o Coritiba chegou ao empate aos 42 minutos por meio de Souza, quando a torcida já mostrava impaciência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.