Coritiba ganha do Fluminense: 3 a 0

O Coritiba voltou a vencer diante de sua torcida, na noite desta quarta-feira, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, e aumentou a crise no Fluminense, que ainda foi dirigido pelo técnico interino Gilson Gênio. Num jogo bastante truncado, prejudicado pela umidade do campo e pela neblina, o time paranaense ganhou por 3 a 0.A vitória em casa deixou o Coritiba com 34 pontos, ainda entre os líderes do Campeonato Brasileiro. Já o Fluminense, que demitiu o técnico Renato Gaúcho na semana passada, está com 22. "O momento é difícil, mas tem que levantar a cabeça porque tem muita coisa pela frente", disse o atacante Sorato, do time carioca.O Fluminense começou a partida com a clara orientação de não deixar o adversário jogar e, se possível, aproveitar a individualidade de Lopes e a velocidade de Joãozinho para surpreender o time da casa. E ainda teve o trabalho facilitado pelo Coritiba, que entrou apático em campo.O gramado, bastante úmido e escorregadio, também não ajudou o Coritiba a mostrar um bom futebol. Mas, aos 38 minutos de jogo, Marcel acertou um belo chute numa cobrança de uma falta abriu o placar para o time paranaense. Em desvantagem, o Fluminense decidiu atacar mais. Tanto que, aos 41 minutos, Lopes exigiu uma boa defesa do goleiro Fernando.No segundo tempo, o Coritiba voltou melhor, apesar da tentativa do técnico Gilson Gênio ao colocar Djair no time do Fluminense. Aos 17 minutos, Marcel recebeu a bola livre diante do goleiro Kléber e fez o segundo da equipe da casa.A neblina densa tomou conta do campo e prejudicou o futebol, mas o Coritiba ainda conseguiu marcar o terceiro gol, de pênalti, com Edu Salles aos 40 minutos.

Agencia Estado,

16 de julho de 2003 | 22h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.