Coritiba ganha em casa por 3 a 0 e complica a situação do Atlético-MG

Técnico Cuca perde a segunda partida em dois jogos no comando da equipe mineira

Julio Cesar Lima, Agência Estado

14 de agosto de 2011 | 18h25

CURITIBA - O Coritiba mostrou novamente que dentro de casa é difícil de ser batido e derrotou o Atlético-MG por 3 a 0, neste domingo, no Estádio Couto Pereira, na capital paranaense. Assim, estragou a estreia de Cuca como técnico atleticano no Campeonato Brasileiro - ele já tinha comandado o primeiro jogo na última quarta-feira, pela Copa Sul-Americana, quando também perdeu para o Botafogo.

Para chegar à vitória, o Coritiba contou com dois pênaltis, ambos no segundo tempo, aproveitados por Rafinha e Leonardo. Assim, o time paranaense chegou aos 21 pontos e se afastou da zona de rebaixamento do Brasileirão. O Atlético-MG, por sua vez, segue com os mesmos 15 pontos, mostrando que Cuca terá muito trabalho para arrumar a casa.

Desde o início da partida, o Coritiba mostrou iniciativa e foi superior ao adversário. Cuca manteve sua equipe com marcação forte para partir nos contra-ataques, mas o Atlético-MG não encaixava jogada alguma. Logo aos nove minutos, a defesa atleticana tirou uma bola de Anderson Aquino em cima da linha, evitando o primeiro gol dos donos da casa.

Mas aos 32 minutos não teve jeito. Em jogada individual de Tcheco, chamado de "lento" pelo volante atleticano Richarlyson durante o intervalo, o Coritiba abriu o placar. O meia lançou para Rafinha, que desviou para Bill, impedido, apenas empurrar para as redes: 1 a 0.

Na etapa final, Cuca manteve o esquema com um atacante e seu time continuou sendo presa fácil. O jogo estava lento quando Rafinha partiu em direção ao gol e foi derrubado na área. Aos 32 minutos, ele mesmo bateu e o goleiro Renan defendeu, mas, no rebote, o próprio Rafinha marcou.

Aí, já aos 44 minutos, Leonardo invadiu a área e foi derrubado por Serginho, que acabou expulso pelo segundo cartão amarelo. O próprio Leonardo bateu a penalidade e definiu o placar, fazendo 3 a 0 para o Coritiba.

CORITIBA - 3 - Edson Bastos; Jonas, Jéci, Emerson e Lucas Mendes; Leandro Donizete, Tcheco, Everton Costa (Marcos Aurélio) e Rafinha; Anderson Aquino (Geraldo) e Bill (Leonardo). Técnico: Marcelo Oliveira

ATLÉTICO-MG - 0 - Renan Ribeiro; Serginho, Réver, Werley e Guilherme Santos; Fillipe Soutto, Toró, Richarlyson, Caio (Neto Berola) e Bernard; André (Guilherme). Técnico: Cuca

Gols - Bill, aos 32 minutos do primeiro tempo; Rafinha, aos 32, e Leonardo (pênalti), aos 44 minutos do segundo tempo; Árbitro - Leandro Pedro Vuaden (Fifa/RS); Cartões amarelos - Serginho, Guilherme Santos e Toró; Cartão vermelho - Serginho; Renda - R$ 241.900,00; Público - 18.146 (16.328 pagantes); Local - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.