Coritiba joga pelo empate em Recife

Precisando de apenas um empate nesta quarta-feira, às 20 horas, contra o Treze, no Estádio Ernani Sátiro, em Campina Grande (PB), para se classificar às quartas-de-final da Copa do Brasil, o técnico do Coritiba, Antônio Lopes, não afasta a hipótese de escalar o time com três atacantes. Esse esquema foi adotado no segundo tempo da partida contra o Santos e agradou Lopes, apesar de não ter conseguido o empate. Em razão disso, Alexandre e Tiago viajaram com esperanças de iniciar o jogo. Sairiam o meia Souza e o atacante Nunes. Mas a decisão só será conhecida momentos antes da partida. A única alteração confirmada por Lopes é a entrada do zagueiro Flávio no lugar de Miranda, que está suspenso em razão dos cartões amarelos. Na primeira partida, em Curitiba, o time paranaense teve pela frente um Treze bastante aguerrido e que vendeu caro a derrota por 2 a 1. "Se foram ousados aqui, lá não será diferente", opinou o meia Jackson. Mas ele acredita que o Coritiba poderá até tirar proveito disso. "Nos contra-ataques vamos procurar fazer os gols", disse. A derrota para o Santos, pelo Campeonato Brasileiro, por 3 a 2, não tirou a motivação dos jogadores para a partida pela Copa do Brasil. Afinal, todos acreditam terem feito uma boa apresentação, excetuando-se os cinco minutos em que permitiram que o time paulista carimbasse a vitória. "Foi pura falta de atenção e os jogadores aprenderam com isso", atestou o técnico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.