Felipe Dalke / Coritiba
Felipe Dalke / Coritiba

Juventude e Coritiba ficam no empate e se complicam no Campeonato Brasileiro

Equipes empatam em 2 a 2 no Couto Pereira; equipe paranaense ocupa a 12ª colocação, enquanto visitantes seguem como vice-lanternas

Redação, Estadão Conteúdo

10 de julho de 2022 | 15h20

Num jogo com dois tempos distintos, Coritiba e Juventude empataram na manhã deste domingo, por 2 a 2, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, pelo Brasileirão e se complicaram na classificação. Os visitantes chegaram a abrir 2 a 0 no placar ainda no primeiro tempo mas a reação dos mandantes deixou tudo igual na etapa final.

O resultado acabou com a pretensão do Coritiba em se distanciar das últimas posições. O time paranaense contabiliza 19 pontos e vai se distanciando do pelotão de frente. Já o Juventude chegou ao sétimo jogo sem vitória e segue com 12 pontos e na zona de rebaixamento. Mesmo fora de casa, a equipe de Caxias teve atuação bastante segura e abriu o placar logo aos quatro minutos. Moraes ficou com a sobra da entrada da área e finalizou para a defesa do goleiro Rafael William, que deu rebote e viu Paulo Henrique, livre de marcação, empurrar para as redes.

O prejuízo logo cedo deixou o Coritiba bastante nervoso com a bola nos pés, sendo obrigado a arriscar chutes de longa distância. Cauteloso, o Juventude esperou os contra-ataques e chegou ao segundo gol. Aos 31, Paulo Henrique desceu pela direita e cruzou rasteiro. A bola passou pela marcação e parou em Ricardo Bueno, que foi derrubado por Henrique dentro da área. Aos 33, Bueno cobrou pênalti e ampliou.

No segundo tempo, o Coritiba esboçou reação aos sete minutos, após Igor Paixão mandar bola na área e Léo Gamalho ganhar de cabeça da marcação e estufar as redes do goleiro César. Os donos da casa foram para cima e empataram a partida aos 32min. Igor Paixão tocou para Adrián Martínez, que girou sobre a marcação e finalizou. A bola ainda bateu na trave antes de parar dentro do gol.

O jogo ficou tenso e o Coritiba quase chegou à virada aos 43 minutos em finalização de Adrián Martinez. O Juventude respondeu aos logo depois em chute perigoso de Guilherme Parede. Contudo, ninguém tirou a igualdade do placar até o apito final. O Coritiba volta a campo no sábado para enfrentar o Flamengo, às 19 horas, no Mané Garrincha, em Brasília. Já o Juventude, no domingo, receberá o Goiás, às 11 horas, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

FICHA TÉCNICA

CORITIBA 2 X 2 JUVENTUDE

CORITIBA - Rafael William; Matheus Alexandre (Natanael), Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro (Egídio); Willian Farias, Matías Galarza (Régis) e Fabrício Daniel (Adrián MArtínez); Alef Manga (José Hugo), Léo Gamalho e Igor Paixão. Técnico: Gustavo Morínigo.

JUVENTUDE - César; Rodrigo Soares, Thalisson Kelven, Rafael Forster e Moraes; Jean Irmer, Jadson (Darlan), Paulo Henrique (Guilherme Parede) e Óscar Ruiz (Chico); Edinho (Capixaba) e Ricardo Bueno (Vitor Gabriel). Técnico: Umberto Louzer.

GOLS - Paulo Henrique, aos 4 minutos e Ricardo Bueno, aos 33 minutos do primeiro tempo. Léo Gamalho, aos 7 minutos e Adrián Martínez, aos 33 minutos da etapa final.

ÁRBITRO - Bruno Arleu de Araujo (RJ).

CARTÕES AMARELOS - Henrique (Coritiba); Thalisson Kelven e Moraes (Juventude).

PÚBLICO - 20.235 pagantes.

RENDA - R$ 324.935,00.

LOCAL - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.