Coritiba mantém embalo e bate Guarani

O Coritiba continuou embalado após a conquista do bicampeonato paranaense e estreou no Campeonato Brasileiro com uma vitória por 1 a 0, sobre o Guarani, nesta quinta-feira, no estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR). O único gol da partida aconteceu aos 29 minutos do primeiro tempo, com Jucemar em uma cobrança de falta.As duas equipes disputaram uma partida concentrada no meio de campo. Joel Santana congestionava o setor com até seis jogadores, impedindo qualquer criação do Coritiba.Por causa disso, o Coritiba levava perigo apenas nas bolas paradas e foi em um desses lances que o time da casa chegou ao gol. Aos 29, o lateral Jucemar cobrou uma falta de longa distância, o goleiro Jean foi enganado pelo pique da bola e não evitou o primeiro gol.Mesmo com o gol adversário, o Guarani manteve o ritmo lento, e somente aos 35 minutos, após uma cobrança de falta da esquerda, que a zaga do Coritiba afastou em cima da linha.A situação ficou melhor para o Coritiba aos 25 minutos da etapa final. O meia Sidney entrou violentamente em Aristizábal e levou cartão vermelho. Com um a mais, Lopes colocou Rodrigo Batata no lugar de Luiz Mário, que vinha bem, para dar mobilidade ao seu time. Mesmo assim o Coritiba ainda tinha dificuldades para chegar ao gol.Somente aos 40 minutos, Aristizábal teve a chance, mas desperdiçou, ao chutar para fora uma bola dentro da pequena área com o goleiro Jean batido.O goleiro do Bugre lamentou a derrota e disse que foi confundido no lance do gol. "Não posso afirmar com certeza, mas a televisão pode tirar alguma dúvida sobre o gol", disse, referindo-se à dúvida sobre um suposto impedimento de Aristizábal, que atrapalhou a visão de Jean.

Agencia Estado,

22 de abril de 2004 | 22h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.