Coritiba pede o apoio da torcida

Depois de três derrotas consecutivas, o Coritiba tenta voltar a vencer nesta quarta-feira, contra o Corinthians, às 21h40, no estádio Couto Pereira, em Curitiba. A luta é para terminar entre os cinco primeiros do Brasileiro, para ficar com a uma vaga na Libertadores - fato que não ocorre há quase 20 anos. "É o momento do torcedor nos empurrar", apelou o técnico Paulo Bonamigo. "Se vencermos as partidas em casa possivelmente vamos atingir nosso objetivo."Como tem feito nas últimas partidas, Bonamigo também procurou trabalhar o lado emocional de seus jogadores, para que não se deixem abater. "O importante é a conscientização de que perdemos uma partida, mas nós dependemos somente de nossa matemática", alertou o treinador. "Nesses seis jogos que restam, é preciso que a equipe mantenha a disposição e a qualidade que mostrou durante a competição."Apesar da derrota para o São Paulo, no último domingo, por 1 a 0, Bonamigo espera que os jogadores mantenham a mesma disposição daquela partida. "Perdemos nos detalhes", analisou. "Mas o grupo não está abatido e vai pensar positivamente no jogo contra o Corinthians." É o mesmo discurso do goleiro Fernando. "Conseguimos adquirir a auto-confiança, o time entrou com outro espírito, com outra pegada e isso dá esperança", disse.A escalação depende da recuperação do atacante Edu Salles. Ele deixou o campo no início do jogo contra o São Paulo, com uma torção no tornozelo direito. Se não puder jogar, provavelmente Lima ocupará seu lugar.Lima também concorre com Souza para ocupar um lugar no meio-de-campo. O jogador está passando por uma "crise técnica", como define Bonamigo, mas é uma opção mais efetiva de gols do que Souza. Na defesa, Edinho Baiano sai para a entrada do lateral Ceará, com o time voltando a atuar com dois zagueiros, no 4-4-2.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.