Divulgação
Divulgação

Coritiba pode perder 20 mandos de campo por papel higiênico

Segundo o árbitro, torcida atirou rolos do papel em chamas em direção ao vestiário do Atlético-PR durante jogo no último sábado

Estadão Conteúdo

10 de outubro de 2014 | 16h17

O Coritiba corre o risco de perder até 20 mandos de campo no Campeonato Brasileiro porque a sua torcida atirou papéis higiênicos no gramado do Estádio Couto Pereira na vitória da equipe sobre o arquirrival Atlético-PR, em clássico realizado na 26.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A punição é um pedido da procuradoria da Justiça Desportiva, com base na súmula assinada pelo árbitro Ricardo Marques Ribeiro, que anotou que, antes do jogo, oito rolos de papel higiênico foram atirados em direção ao túnel de acesso do vestiário do Atlético-PR. Ao fim do jogo, outros quatro rolos foram arremessados, um deles em chamas, segundo o árbitro, que destaca que ninguém foi atingido.

O Atlético-PR também é réu e pode perder 20 mandos. Na súmula, o árbitro relata que observou "duas bombas sendo atiradas por parte dos torcedores do Atlético, reproduzindo grande estouro, em direção à Polícia Militar". Na denúncia, a Procuradoria ressaltou o erro dos clubes na falta de prevenção e repressão nos episódios ocorridos no Couto Pereira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.