Felipe Dalke | Coritiba
Felipe Dalke | Coritiba

Coritiba quebra jejum e supera o lanterna Fortaleza com gol nos acréscimos pelo Brasileirão

Visitantes empatam no final, mas os donos da casa buscam a vitória nos descontos e ganham tranquilidade na luta contra o rebaixamento para a Série B

Redação, Estadão Conteúdo

03 de julho de 2022 | 21h10

Com um gol marcado por Léo Gamalho, de cabeça, logo no primeiro minuto e outro de José Hugo, aos 48 minutos do segundo tempo, o Coritiba venceu o Fortaleza por 2 a 1, neste domingo à noite, no estádio Couto Pereira, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Coxa quebrou um jejum de seis jogos sem vitória, três deles como mandante, e saltou para a 13ª posição, com 18 pontos, deixando o time cearense ainda na lanterna, com apenas 10.

O Coritiba usou, praticamente, a sua força máxima diante de um Fortaleza, de novo, com uma formação alternativa por causa do desgaste provocado por sua participação em outras duas competições importantes: a Libertadores e a Copa do Brasil. O time cearense tem um jogo decisivo na próxima quinta-feira diante do Estudiantes, na Argentina, pela volta das oitavas de finais da Libertadores. Em casa empatou por 1 a 1 e agora precisa vencer para avançar.

A apreensão foi maior porque antes do jogo começar houve uma queda de energia elétrica que derrubou a iluminação dos refletores. O jogo iniciou com 40 minutos de atraso, atrapalhando o aquecimento dos dois times.

Mas o Coritiba começou ligado, abrindo o placar no primeiro minuto. Alef Manga foi lançado em velocidade pelo lado esquerdo e levantou para o outro lado, onde Léo Gamalho cabeceou de cima para baixo, no contrapé do goleiro Marcelo Boeck. O domínio era total do time paranaense, que teve ainda duas boas chances para a ampliar o placar diante de um visitante desorganizado em campo.

A história começou a mudar no segundo tempo, quando o técnico Juan Vojvoda fez algumas trocas e pediu para seu time ir ao ataque. O Coritiba sentiu a pressão, recuou e passou por situações delicadas e sem conseguir usar os contra-ataques. O Fortaleza não desistiu e empatou aos 39 minutos, quando Romarinho pegou a bola do lado esquerdo e levantou para a área. O zagueiro Habraão apareceu de frente, cabeceando de cima para baixo. Um minuto antes, Nathan tinha deixado os mandantes com um a menos ao cometer falta violenta, de sola, em cima de Juninho Capixaba e ser expulso.

As primeiras vaias já começavam ecoar pelo estádio quando o Coritiba fez o segundo gol. José Hugo foi lançado em velocidade, ganhou na corrida do zagueiro Marcelo Benevenuto e, dentro da área, chutou cruzado. Foi o gol da vitória aos 48 minutos.

FICHA TÉCNICA

CORITIBA 2 X 1 FORTALEZA

CORITIBA - Rafael William; Matheus Alexandre, Luciano Castán, Henrique e Diego (Egídio); Willian Farias, Val e Fabrício (Bernardo); Alef Manga (José Hugo), Léo Gamalho e Warley (Yhonny Anderson - Nathan). Técnico: Gustavo Morínigo.

FORTALEZA - Marcelo Boeck; Habraão, Marcelo Benevenuto e Titi (Lucas Crispim); Vitor Ricardo (Yago Pikachu), Ronald (Hércules), Zé Welison, Matheus Vargas (Lucas Lima) e Juninho Capixaba; Romarinho e Moisés (Silvio Romero). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

GOLS - Léo Gamalho, a 1 minuto do primeiro tempo; Habraão, aos 39, e José Hugo, aos 48 do segundo.

ÁRBITRO - Felipe Fernandes de Lima (MG).

CARTÕES AMARELOS - Alef Manga e Val (Coritiba) e Ronald, Juninho Capixaba e Titi (Fortaleza).

CARTÃO VERMELHO - Nathan (Coritiba).

RENDA - R$ 258.835,00.

PÚBLICO - 18.655 pagantes (20.156 total).

LOCAL - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.