Coritiba quer despedida honrosa

O jogo deste domingo entre Criciúma e Coritiba não vale nada para o time paranaense, a não ser a tentativa do término honroso de campeonato. Mas para um jogador será de muita importância. O zagueiro e capitão do time, Reginaldo Nascimento, faz sua despedida depois de oito anos. E sai magoado com a diretoria do clube, por saber que não havia mais interesse em sua permanência pela imprensa. "Mas estou tranqüilo. É vida que segue", diz o jogador.Enquanto vai desmontando o time, o Coritiba também procura reforços. Os destaques do Paraná (Etto, Cristian, Marcel e Galvão) são os primeiros na lista de prioridades. Para o jogo deste domingo, o técnico Antônio Lopes não terá o goleiro Fernando nem o lateral Adriano. Mas ele exige um time ofensivo, buscando a vitória. "Nossa dignidade está em jogo e temos que buscar o resultado positivo", disse. No lugar de Tuta, que já foi embora, entra o atacante Laércio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.