Coritiba quer evitar lanterna antes da parada da Copa

O Coritiba pode iniciar a sua folga no período de Copa do Mundo na lanterna do Campeonato Brasileiro caso complete neste sábado diante do Goiás, às 18h30, no estádio Durival de Britto, em Curitiba, a sua nona partida sem vitória na competição. Com apenas quatro pontos, o time paranaense precisa vencer e torcer por tropeços de Figueirense e Chapecoense, que jogam no domingo. Já o Goiás, com 15 pontos, pode entrar no G4 em caso de resultado positivo.

JULIO CESAR LIMA, Agência Estado

31 de maio de 2014 | 06h13

Para tentar reverter a má campanha, o técnico Celso Roth poderá ganhar os reforços de Robinho e Gil, liberados pelo departamento médico, após um mês de recuperação. Ambos os atletas treinaram nesta sexta-feira e poderão ser confirmados para a partida.

Na zaga, Celso Roth pode confirmar a volta de Leandro Almeida, que deverá formar dupla com Luccas Claro. Mesmo com as boas atuações de Wellinton, o técnico deve optar por manter a antiga dupla de zaga. O ala esquerdo Carlinhos, substituído por Dener na derrota para o Criciúma cumpriu suspensão e pode reassumir a sua posição entre os titulares. No meio, Alex também pode voltar e deve comandar o time da casa diante dos goianos.

Nesta sexta, o Coritiba confirmou a contratação do volante Helder, do Bahia. O atleta elogiou o elenco pelo site oficial e disse ter conhecimento do mau momento vivido pela equipe. "Nós temos a noção de que o momento é ruim, mas o elenco tem qualidade e tem total condição de sair dessa situação. Espero dar minha parcela de contribuição e poder ajudar o Coritiba", afirmou.

A partida deste sábado acontece no estádio do rival Paraná por causa da administração do Couto Pereira ter sido entregue nesta semana para a Fifa. O local será utilizado como campo de treino para algumas seleções nacionais que disputarão a Copa do Mundo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCoritiba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.