Divulgação
Divulgação

Coritiba quer homenagear Alex com vitória sobre o Bahia

Partida deste domingo marcará a despedida dos gramados do camisa 10, que há dois anos voltou ao clube que o revelou em 1995

O Estado de S. Paulo

03 de dezembro de 2014 | 19h07

Depois de passar boa parte do Brasileirão ameaçado pelo rebaixamento, o Coritiba recebe o Bahia no Couto Pereira, em partida válida pela última rodada, já garantido na Série A em 2015. O jogo deste domingo marcará a despedida do meia Alex, que há dois anos voltou ao clube que o revelou. Nesse cenário, o time paranaense pretende homenagear o craque com a vitória.

O técnico Marquinhos Santos, que ressaltou a importância de jogar sem o "peso de estar brigando pelo rebaixamento", disse que uma boa apresentação será importante no último jogo do camisa 10. "Vale um bom resultado na despedida do Alex, ele merece um grande jogo e uma vitória", disse o treinador, que também citou os torcedores do Coritiba: "Vamos jogar ao lado de nossa torcida, que nos ajudou muito durante o ano."

Aos 37 anos, Alex anunciou a aposentadoria na última segunda-feira. revelado pelo Coritiba em 1995 - onde ficou até 1997 - o meia fez história no Palmeiras ao vencer a Libertadores de 1999. Depois, atuou por Flamengo e Cruzeiro. Durante oito anos (entre 2004 e 2012), Alex defendeu o Fenerbahçe.


"Obrigado ao futebol por tudo que me ofereceu. Mas chegou ao fim minha carreira! Mais uma partida domingo para eu comemorar no Couto Pereira! Obrigadão a todos os torcedores que sempre me trataram muito bem. Obrigado Coritiba, Palmeiras, Cruzeiro, Flamengo e Fenerbahçe", escreveu o craque em uma rede social.

O Coritiba voltou na manhã desta quarta a trabalhar no Centro de Treinamento. Após a vitória sobre o Atlético-MG fora de casa, a comissão técnica deu um dia mais de folga para o elenco, mas pregou seriedade já na reapresentação. Antes de iniciar os trabalhos no gramado, o técnico Marquinhos Santos teve uma breve conversa no centro do campo. Na sequência, dividiu os atletas em dois grupos e iniciou um treino técnico em campo reduzido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.