Giuliano Gomes
Giuliano Gomes

Coritiba se reabilita e Palmeiras perde a 3ª seguida no Brasileiro

Alviverde volta a jogar mal em derrota para paranaenses fora

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

12 de agosto de 2015 | 21h40

Mais uma vez o Palmeiras jogou muito mal, perdeu a terceira seguida no Campeonato Brasileiro e dificultou ainda mais o objetivo de terminar o primeiro turno entre os quatro primeiros na tabela. Sem mostrar nada de positivo, o time comandado por Marcelo Oliveira perdeu por 2 a 1 para o limitado, mas valente Coritiba, no estádio Couto Pereira.

O Palmeiras almejava voltar para o G-4 enquanto o Coritiba esperava aproveitar o fato de atuar em casa para iniciar uma arrancada que o tirasse da lanterna, com oito pontos de distância do melhor time fora da zona de rebaixamento. O que se viu foi um show de passes errados, pouca emoção e dois times sem criatividade. A diferença foi que o time da casa parecia com mais vontade e foi premiado por isso. Antes da bola rolar, o quinteto de arbitragem fez um protesto contra a decisão da presidente Dilma Rousseff, que vetou um dos itens da Medida Provisória que visava o repasse de 0,5% dos direitos de transmissão da TV para os árbitros.

Quando o jogo começou, o que se viu foi um time limitado, mas muito dedicado contra um que entrou completamente perdido em campo. Cheio de desfalques, o técnico Marcelo Oliveira fez quatro mudanças. Colocou Nathan, Vitor Hugo, Cleiton Xavier e a Alecsandro e a que causou pior reação foi na lateral-direita, onde apostou no garoto Nathan para o lugar do suspenso Lucas.

No ano passado, o zagueiro mostrou qualidade, mas em sua posição. Nesta quarta-feira, como lateral-direito, foi uma tragédia. Errou passes, posicionamento e deixou espaço suficiente para o Coritiba jogar pelo seu lado esquerdo sem dificuldades. O que mais chamou a atenção é que Marcelo Oliveira nada fez na primeira etapa para tentar minimizar isso. Pelo contrário. O Palmeiras insistiu em tentar atacar pelo lado do garoto, o que obviamente não deu certo.

Em uma das diversas falhas de posicionamento e cobertura do Palmeiras, o Coritiba aproveitou e, em um rápido contra-ataque feito pelo lateral-esquerdo Juan, a bola sobrou para o atacante Henrique Almeida, de frente para a área, bater firme e abrir o placar no Couto Pereira.

Nem o gol fez o Palmeiras mostrar algo diferente. Rafael Marques ficava trocando de lado com Dudu para tentar achar espaço, mas novamente não estava em uma noite inspirada. Dudu, quase não tocou na bola enquanto Alecsandro ficava como na área pedindo a bola.

LAMPEJO

Na etapa final, antes mesmo de ver a postura das duas equipes, os atacantes palmeirenses resolveram "entrar no jogo". Logo aos 40 segundos, Dudu fez boa jogada pela esquerda, cruzou para a área e Rafael Marques desviou com categoria para empatar a partida.

Mas foi apenas um lampejo de bom futebol da equipe do Palmeiras. O time continuou com dificuldades para criar, muito em decorrência da falta de movimentação dos meias e atacantes. Cleiton Xavier novamente não conseguiu mostrar a desenvoltura que muita gente espera ainda ver.

Inclusive o técnico Marcelo Oliveira, que o tirou para colocar Cristaldo e dar mais ofensividade na equipe. Na lateral, cansou dos erros de Nathan e colocou Taylor. As mudanças não surtiram o efeito esperado e os minutos finais acabaram sendo de muita correria dos dois lados e a falta de qualidade só aumentou. A última tentativa do comandante palmeirense foi colocar Gabriel Jesus no lugar de Alecsandro. Mas o problema não era a finalização e sim, a criação das jogadas. Logo, a alteração também teve pouco efeito prático.

Quando parecia que a partida acabaria empatada, o Coritiba "achou" mais um gol, graças a muita dedicação. Aos 37, Esquerdinha aproveitou espaço no meio da defesa, lançou para Henrique Almeida, que saiu na cara de Prass e bateu sem chances para o goleiro. A esperança dos palmeirenses é que no domingo, diante do Flamengo, no Allianz Parque, o time consiga resgatar a vontade vista há poucos jogos e que encantou a torcida. Até a noite de ontem, 29 mil ingressos foram vendidos para a partida.

FICHA TÉCNICA

CORITIBA - Wilson; Ivan, Rafael Marques, Leandro Silva e Juan; João Paulo, Misael (Evandro), Lúcio Flávio e Thiago Galhardo (Esquerdinha); Rafhael Lucas (Negueba) e Henrique Almeida. Técnico: Ney Franco

PALMEIRAS - Fernando Prass; Nathan (Taylor), Vitor Hugo, Leandro Almeida e Egídio; Arouca, Cleiton Xavier (Cristaldo), Robinho, Rafael Marques e Dudu; Alecsandro (Gabriel Jesus). Técnico: Marcelo Oliveira

GOLS - Henrique Almeida, aos 17 do 1ºT; Rafael Marques, aos 40 segundos e Henrique Almeida, aos 37 do 2ºT

JUIZ - Péricles Bassols Pegado Cortez (RJ)

CARTÕES AMARELOS - Egídio, Negueba, Rafael Marques e Ivan

LOCAL - Couto Pereira, em Curitiba

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasCoritibafutebolBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.