Twitter / @coritiba
Twitter / @coritiba

Coritiba sofre, mas derrota Bragantino e fica perto da Série A

Time paranaense precisa apenas empatar na última rodada para garantir acesso para a série A

Redação, Estadão Conteúdo

24 de novembro de 2019 | 18h40

O Coritiba se aproximou ainda mais da elite do futebol nacional ao derrotar o Bragantino pelo placar de 1 a 0, em partida realizada na tarde deste domingo, no estádio Couto Pereira, pela 37ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Campeão antecipado, o Bragantino segue na liderança disparada, com 72 pontos, contra 67 do Sport e 63 do Coritiba, que pulou para a terceira colocação. O time paranaense defende uma invencibilidade de 11 jogos. A última derrota foi por 1 a 0, no dia 5 de outubro, frente ao Paraná. Agora, precisa apenas de um empate na última rodada, contra o Vitória, para selar sua classificação.

Ainda em busca do acesso, o Coritiba encontrou um Bragantino em festa, mas jogando com seriedade. No entanto, o primeiro tempo foi todo do time da casa. Rafinha deu um chapéu no adversário e cruzou para William Matheus, que apareceu como elemento surpresa e desviou de cabeça, nas mãos de Kewin.

O Coritiba foi pressionando e viu Rafinha desperdiçar uma chance incrível de abrir o placar. Felipe Mattioni ficou com a bola dentro da área e chutou em cima da marcação. Rafinha pegou o rebote e, com o gol aberto, isolou. O jogador ficou desolado com a oportunidade perdida.

O clube paranaense ainda teve um gol anulado aos 36 minutos. O árbitro pegou impedimento de Igor Jesus. Pelo lado do Bragantino, nenhuma chance de mais perigo. Com um time recheado de reservas, faltou entrosamento para a equipe paulista durante a etapa inicial.

O panorama do segundo tempo continuou o mesmo. O Coritiba manteve a posse de bola e continuou apertando o Bragantino. Aos 17 minutos, Rafinha avançou em velocidade pela direita e cruzou. Igor Jesus chegou atrasado e não conseguiu fazer a finalização. Na sequência, o ex-meia do Cruzeiro foi substituído para a entrada de Kelvin.

O Bragantino foi se soltando aos poucos e chegou com perigo aos 23 minutos. Aderlan fez boa jogada pela esquerda e chutou para defesa de Alex Muralha. Do outro lado, Kewin também brilhou. Ele fez um milagre na cobrança de falta de Diogo Matheus, que por muito pouco não parou dentro do gol.

A partida ganhou em emoção no final. Aos 37 minutos, Giovanni cobrou falta com perfeição. A bola bateu na trave e morreu no fundo das redes. O Bragantino ainda tentou empatar. Mas na última chance, Bruno Tubarão jogou no "poste".

O Bragantino se despede diante do CRB no sábado, às 16h30, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP). No mesmo dia e horário, o Coritiba visita o Vitória no Barradão, em Salvador (BA).


FICHA TÉCNICA:

CORITIBA 1 x 0 BRAGANTINO

CORITIBA - Alex Muralha; Felipe Mattioni (Diogo Mateus), Nathan Ribeiro, Sabino e William Matheus; Matheus Sales (Wanderley), Serginho e Giovanni; Juan Alano, Igor Jesus e Rafinha (Kelvin). Técnico: Jorginho.

BRAGANTINO - Kewin; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Edimar; Uillian Correia, Baralhas, Vitinho (Claudinho) e Pedro Naressi; Bruno Tubarão e Matheus Peixoto. Técnico: Antônio Carlos Zago.

GOL - Giovanni, aos 37 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Anderson Daronco (RS).

CARTÕES AMARELOS - Aderlan e Ligger (Bragantino).

RENDA - R$ 710.823,40.

PÚBLICO - 36.902 pagantes.

LOCAL - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.