Coritiba surpreende Atlético no Mineirão

O Coritiba surpreendeu, neste sábado, o Atlético-MG, no Mineirão, e venceu a equipe mineira por 2 a 1, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time paranaense conquistou três pontos importantes para fugir das últimas posições da tabela de classificação. Por sua vez, o Atlético, que buscava uma vitória para tentar chegar à liderança isolada da competição, não repetiu as boas atuações anteriores e perdeu uma invencibilidade de 16 jogos na temporada. O time do técnico Paulo Bonamigo, que terminou a partida com nove jogadores, chegou aos sete pontos ganhos e o Atlético continua com 13. No primeiro tempo, aproveitando-se dos erros do time da casa, principalmente nas saídas de bola, a equipe paranaense levava bastante perigo ao gol de Velloso. Apático em campo, o time mineiro não conseguia romper a forte marcação do Coritiba e precisava de jogadas ofensivas. Aos 36 minutos, o armador Tcheco cobrou com precisão uma falta da intermediária atleticana e abriu o marcador para o Coxa. Pouco inspirado, o Atlético buscava o empate, mas não chegou a ameaçar o gol adversário. Já nos acréscimos do árbitro Wilson Luís Seneme, o meia Adriano puxou um rápido contra-ataque e sofreu pênalti, que o atacante Marco Brito cobrou e fez 2 a 0. Apesar da pressão alvinegra na etapa final, o Coritiba conseguiu segurar a vitória, mesmo atuando os dez minutos finais com dois jogadores a menos devido às expulsões de Pepo e Roberto Brum. O zagueiro André Luiz chegou a descontar para o Atlético, aos 39 minutos.O gol inflamou ainda mais o time mineiro, que, empurrado pela torcida, tentou, mas não conseguiu chegar à igualdade. "Perdemos o jogo no primeiro tempo", lamentou o volante Cleisson. Os dois times voltam a jogar pelo Brasileiro dia 4. O Atlético encara a Ponte Preta, em Campinas, no estádio Moisés Lucarelli, e o Coxa faz o clássico contra o Paraná Clube, no Couto Pereira. Ficha Técnica: Atlético-MG: Velloso; Cicinho, André Luiz, Scheidt e Marquinhos; Ferrugem, Genalvo (Cleisson), Lúcio Flávio (Paulinho) e Alexandre (Juninho); Guilherme e Alessandro. Técnico: Celso Roth. Coritiba: Fernando; Pepo, Danilo, Edinho Baiano e Adriano; Willians, Roberto Brum, Jackson e Tcheco; Marco Brito (Edu Sales, depois Gilmar) e Lima (Souza). Técnico: Paulo Bonamigo. Gols: Tcheco aos 36 e Marco Brito aos 47 minutos do primeiro tempo. André Luiz aos 39 minutos do segundo tempo. Árbitro: Wilson Luís Seneme (SP). Cartão amarelo: Marcos Brito, Genalvo, Marquinhos, Lima, André Luiz, Willians, Guilherme, Jackson e Ferrugem. Cartão vermelho: Pepo e Roberto Brum. Público: 18.430 pagantes. Renda: R$ 148.330,00. Local: Mineirão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.