Coritiba surpreende organizadores

A classificação do Coritiba para as semifinais da Copa dos Campeões em cima do Corinthians quebrou a previsão dos organizadores da competição, que contavam com o clube paulista na próxima fase. A Sport Promotion, responsável pela parte administrativa da Copa dos Campeões, havia reservado o hotel para o Corinthians em João Pessoa até domingo, contando que o time do técnico Wanderley Luxemburgo fosse permanecer na competição pelo menos até às semifinais.Já o Coritiba, que se tornou "zebra" para os organizadores, tinha reserva no hotel até a manhã desta quinta-feira, tempo suficiente para voltar para casa, após a segunda partida contra o Corinthians, realizada, quarta-feira, na capital da Paraíba."Mas eles erraram", disse o diretor-superintendente do clube do Paraná, Carlos Zanetti. "A solução foi fazer com que a gente mudasse de hotel. Nós fomos para o hotel desocupado pelo Corinthians." Zanetti disse ainda que os organizadores da Copa dos Campeões procuraram a diretoria do Coritiba na quarta-feira, em João Pessoa, pouco antes da partida, para tratar da viagem da delegação de volta para o Paraná. "Eles nos disseram que iriam falar de um assunto desagradável que seria nosso embarque mais cedo para Curitiba. Mas provamos no campo que poderíamos surpreender o campeão paulista, ficando com a vaga", disse o dirigente do Coritiba, ao afirmar ainda que não estavam nem levando em consideração a vantagem do 1 a 0 obtida pelo Coritiba na primeira partida realizada sábado, em Maceió.A diretoria do clube paranaense, por intermédio do departamento de marketing, levou cerca de duas toneladas de material para ser distribuído em Maceió e João Pessoa, como camisa oficial do clube, camisetas, especialmente confeccionada para a competição com o escudo do Coritiba e as bandeiras dos estados das Alagoas e Paraíba, além de livros sobre a história do time e bonés. "Nosso plano é divulgar a marca do clube e ganhar a simpatia dos torcedores locais, plantando nessas regiões uma semente", disse o dirigente.O técnico Ivo, que atuou no futebol paulista como volante do Palmeiras, não deverá alterar o esquema da equipe para a primeira partida contra o São Paulo, sábado. O treinador é adepto do esquema 3-5-2. "Se está dando certo não podemos mudar", diz Ivo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.