Coritiba tenta acabar com jejum de vitórias

O Coritiba tenta neste sábado, às 18 horas, contra o Palmeiras, no Palestra Itália, acabar com o jejum de vitórias, que vem desde o dia 22 de abril. Para isso, o ataque também precisa voltar a marcar gols, o que não acontece há três partidas. Para a partida deste sábado, o atacante colombiano Aristizábal ainda continua fora do time do Coritiba. Ele já foi liberado pelos médicos do clube, mas precisa realizar trabalhos específicos para o fortalecimento da musculatura.Apesar da baixa produção do ataque, o técnico Antônio Lopes preferiu tirar o meia Igor, que tem características mais ofensivas, para a entrada do volante Cacique na vaga de Aristizábal. "É um jogador que chega bem, que conclui bem, chuta forte, chuta de fora da área", justificou Antônio Lopes. "O time pode ganhar em ofensividade porque também é um jogador que faz belos lançamentos e a gente ainda ganha em marcação." "Tenho que jogar bem para que o professor possa confiar mais em mim e dar mais oportunidade no futuro", disse Cacique. "Vamos procurar marcar e, quando o time tiver oportunidades de ir ao ataque, corresponder à altura."Para o meia Capixaba, o jogo será bem equilibrado. "O Palmeiras também joga com três volantes de marcação", explicou. Com 7 pontos, o Coritiba está na 18ª colocação do Brasileiro. E um resultado negativo pode colocá-lo na zona rebaixamento do campeonato. "O grupo é qualificado e é só uma questão de tempo para a gente sair dessa situação e passar para outra intermediária", afirmou o atacante Luiz Mário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.