Coritiba terá força máxima domingo

O Coritiba deve ter sua força máxima para a partida contra o Criciúma, sábado, às 18 horas, no Estádio Couto Pereira, que pode garantir uma vaga na Libertadores da América. O atacante Edu Salles está recuperado de uma contusão e assume o lugar de Alexandre Fávaro, que recebeu o terceiro cartão amarelo contra o Fortaleza. Além de ter sido titular no maior número de jogos durante o campeonato, Edu Salles tem melhor entrosamento com Marcel, segundo o técnico Paulo Bonamigo. Outro que está com o retorno garantido é o volante Roberto Brum, no lugar de Pepo. Contra o Fortaleza, ele cumpriu suspensão por ter recebido o terceiro cartão amarelo. Embora prefira não confirmar nada, Bonamigo deixou no ar a impressão de que a partida de sábado pode ser a última dele no comando técnico do Coritiba. "Eu sempre disse que o ciclo tem o seu início, meio e fim. Eu já estou há um ano e oito meses no clube", disse ontem. Hoje foi um pouco mais direto: "Seria ótimo tocar o Coritiba na Libertadores, mas agora, terminando o contrato, é óbvio que o ciclo se encerra." A diretoria diz não ter conhecimento de qualquer manifestação do técnico para sair. Mas ele não quer ficar distante dos jogadores contra o Criciúma. Por isso hoje à tarde viajou ao Rio de Janeiro, onde acompanharia o julgamento pela expulsão no jogo contra a Ponte Preta. O juiz Giuliano Bozzano registrou na súmula "reclamação agressiva" por parte de Bonamigo. Amanhã, membros da diretoria do clube acompanham o sorteio do trio de arbitragem. A reivindicação é para que não participem juízes de Estados envolvidos na decisão. A expectativa é que a torcida corresponda aos apelos dos dirigentes e jogadores. Foram colocados 36 mil ingressos à venda. Isso representa o dobro do melhor público que o Coritiba conseguiu neste campeonato, no jogo contra o Santos, quando 18.079 pessoas pagaram ingresso. "Quando os atletas sentem o apoio do torcedor, nenhuma equipe resiste ao Coritiba no Couto Pereira", apelou Bonamigo. "Com a torcida e a performance do jogo contra o Fortaleza, vamos estar muito próximo do nosso objetivo."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.