Coritiba terá Pachequinho como interino e promete novo técnico na próxima semana

Um dia depois de demitir o técnico Ney Franco, o Coritiba anunciou nesta quarta-feira que o time será comandado interinamente por Pachequinho pelo menos até o jogo contra o Corinthians, neste sábado, às 19h30, no Itaquerão, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Estadão Conteúdo

04 de novembro de 2015 | 17h08

Atual olheiro do clube e jogador do Coritiba entre 1990 e 1996, Eriélton Carlos Pacheco irá comandar a equipe até a diretoria conseguir fechar um novo nome para a direção técnica do time, que hoje ocupa a 18ª posição do Campeonato Brasileiro e vive situação dramática em sua luta contra o rebaixamento.

O Coritiba ainda confirmou que o ex-jogador Marcio Goiano, que atualmente também trabalha como observador técnico do clube, irá atuar como auxiliar de Pachequinho no confronto diante do líder disparado do Brasileirão.

"Ficou decidido em uma reunião colegiada com o restante da diretoria que Pacheco assumiria com Márcio Goiano para esse jogo contra o Corinthians. A ideia é que no começo da próxima semana já tenhamos um novo nome para comandar o clube nos últimos quatro jogos", afirmou Valdir Barbosa, diretor de futebol do Coritiba, em entrevista coletiva nesta quarta.

Pachequinho também falou nesta quarta do desafio que será encarar o Corinthians, que tem chances matemáticas de assegurar o título brasileiro já neste final de semana. "Nós estamos nesse momento pensando apenas no Corinthians e nosso trabalho é para fazermos um bom jogo no sábado. Sabemos de tudo o que o Corinthians representa e nós vamos ter maturidade para passar por momentos difíceis dentro do jogo contra o líder do campeonato", afirmou o comandante interino.

Após encarar os corintianos, o Coritiba terá pela frente o Goiás, também fora de casa, em um confronto diante de um rival direto na luta contra o rebaixamento. Em seguida, em novo duelo que promete ser complicado, o time receberá o Santos no Couto Pereira, antes de fechar sua campanha em jogos contra Palmeiras (em São Paulo) e Vasco (em Curitiba).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCoritibaPachequinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.