Coritiba vence Atlético-PR e conquista título antecipado

Com uma rodada de antecipação, time leva o caneco com vitória por 2 a 0 no Couto Pereira

JULIO CESAR LIMA, Agência Estado

18 de abril de 2010 | 18h50

Com uma rodada de antecipação, o Coritiba sagrou-se neste domingo o campeão paranaense de 2010. A conquista do 34º título estadual da história do clube veio com a vitória no clássico contra o Atlético-PR, por 2 a 0, no Estádio Couto Pereira, em Coritiba.

A vitória no clássico deste domingo fez o Coritiba abrir quatro pontos de vantagem sobre o segundo colocado Atlético-PR (20 a 16). Assim, não pode mais ser alcançado, pois falta apenas uma rodada para terminar o octogonal decisivo do Campeonato Paranaense.

A partida começou muito truncada, com as duas equipes alternando faltas no meio-de-campo e deixando o jogo travado. Até a metade do primeiro tempo, o Atlético, que precisava vencer para adiar a decisão do título, teve duas boas chances, mas não soube aproveitá-las.

Na melhor chance do Atlético, aos 18 minutos, o atacante Alex Mineiro tocou de primeira e o goleiro Edson Bastos salvou. Do outro lado, o Coritiba também ameaçou: aos 27, Marcos Paulo deu um chapéu em Chico e chutou sem deixar a bola cair, mas ela passou rente à trave.

Na segunda etapa, O Coritiba abriu o placar logo aos cinco minutos. Em uma boa troca de passes, Rafinha tocou para Marcos Aurélio chutar sem chances para o goleiro Neto. No minuto seguinte, Edson Bastos evitou o empate, ao fazer defesa salvadora em chute forte de Tartá.

Visivelmente nervoso, o Atlético perdeu a marcação no meio-de-campo e virou presa fácil. Assim, o Coritiba conseguiu ampliar. Aos 30, o angolano Geraldo, que havia entrado em campo um minuto antes, recebeu um lançamento e tocou na saída de Neto, fazendo 2 a 0.

O Coritiba, então, passou a administrar o resultado e, sem ser ameaçado mais, apenas esperou pelo fim da partida. E pôde comemorar o título de campeão do Campeonato Paranaense.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.