Coritiba vence e Palmeiras tem liderança ameaçada

O Coritiba conquistou uma vitória importante na noite desta quarta-feira para se afastar da zona de rebaixamento e, de quebra, ainda complicou a vida do Palmeiras para manter a liderança do Campeonato Brasileiro. Em pênalti duvidoso no final do jogo, a equipe paranaense venceu por 1 a 0 no Couto Pereira, pela 20.ª rodada.

ANDRÉ RIGUE, Agencia Estado

20 de agosto de 2009 | 00h42

Com 22 pontos somados, o Coritiba agora é o 14.º colocado, já mais distante do descenso. A vitória foi a segunda do técnico Ney Franco, que assumiu há duas rodadas. No próximo sábado, a equipe paranaense encara o Santo André, 16.º lugar, adversário direto na luta contra o rebaixamento.

Já o Palmeiras completou o quarto jogo sem vitória no Brasileirão - a primeira derrota de Muricy Ramalho. O clube ficou nos 37 pontos, contra 35 do Goiás, terceiro colocado, e que pode chegar à liderança se vencer o Náutico nesta quinta-feira. O São Paulo foi para 36 com a vitória por 1 a 0 sobre o Fluminense e subiu para o segundo lugar. O Internacional, com a derrota por 2 a 1 para o Corinthians, ficou em quarto, com 33.

Acostumado a adotar esquemas defensivos, Muricy surpreendeu nesta quarta-feira ao colocar o Palmeiras no 3-4-3. Obina, Ortigoza e Daniel foram escalados na frente. Marcão entrou na zaga ao lado de Maurício Ramos e Danilo. Já Bruno assumiu o gol na vaga de Marcos, machucado.

A estratégia deixou o Palmeiras com maior volume ofensivo. Responsável por mais de 44% das jogadas que terminaram em gol, Cleiton Xavier foi o principal nome do primeiro tempo, mesmo sobrecarregado por não ter o companheiro Diego Souza, suspenso. Aos 16 minutos, o meia cruzou na medida para Obina, que quase marcou de cabeça.

Contudo, foi nos pés de Ortigoza que o Palmeiras perdeu sua melhor oportunidade na etapa inicial. Aos 30 minutos o atacante recebeu dentro da área e bateu cruzado. A bola foi para fora e assustou o goleiro Edson Bastos.

O esquema tático do Palmeiras teve de ser desfeito aos 33 minutos, com a expulsão de Pierre por falta em Bruno Batata. Muricy tirou um dos atacantes (Daniel) para reforçar o meio com Jumar.

O Coritiba aproveitou e quase marcou aos 35 minutos. Bruno Batata cruzou uma bola perfeita para Márcio Gabriel. O jogador, na pequena área, ficou afobado, encheu o pé e mandou por sobre o gol palmeirense.

O jogo voltou a ficar igual no final do primeiro tempo. Leandro Donizete fez falta em Armero, levou o segundo amarelo e teve de deixar o gramado. Com dez de cada lado, Muricy ordenou que o Palmeiras atacasse na etapa final. "É sair para ganhar o jogo, estão faltando dois jogadores e vai sobrar espaço. Empate não interessa", destacou o treinador.

E o Palmeiras partiu em busca do gol no segundo tempo. Aos 20 minutos, Cleiton Xavier arriscou da entrada da área. Bem posicionado, o goleiro Edson Bastos espalmou. O Coritiba também teve sua chance. Aos 25 minutos, Marcelinho Paraíba levantou despretensiosamente para a área. O goleiro Bruno deixou passar e a bola explodiu no travessão.

Os minutos finais foram eletrizantes no Couto Pereira. Aos 36 minutos, Armero recebeu de Cleiton Xavier, desviou a bola de carrinho dentro da área e quase mandou no canto esquerdo de Edson Bastos.

Em sua última cartada, Muricy tirou Obina e Ortigoza e colocou Robert e Deyvid Sacconi, respectivamente. Mas foi o Coritiba que conquistou a vitória. Aos 45 minutos, Marcão disputou bola com Thiago Gentil. O árbitro viu falta do palmeirense e marcou pênalti. Na cobrança, Marcelinho Paraíba guardou e garantiu o placar de 1 a 0.

Ficha Técnica:

Coritiba 1 x 0 Palmeiras

Coritiba - Edson Bastos; Márcio Gabriel (Marcos Aurélio), Pereira, Jéci e Douglas Silva; Jaílton, Leandro Donizete, Pedro Ken e Carlinhos Paraíba; Marcelinho Paraíba e Bruno Batata (Thiago Gentil). Técnico: Ney Franco.

Palmeiras - Bruno; Maurício Ramos, Danilo e Marcão; Souza, Pierre, Cleiton Xavier e Pablo Armero; Daniel (Jumar), Ortigoza (Deyvid Sacconi) e Obina (Robert). Técnico: Muricy Ramalho.

Gol - Marcelinho Paraíba (de pênalti), aos 45 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Péricles Bassols Cortez (RJ).

Cartões amarelos - Marcelinho Paraíba, Bruno Batata, Pedro Ken e Marcos Aurélio (Coritiba); Maurício Ramos, Cleiton Xavier, Pablo Armero e Robert (Palmeiras).

Cartões vermelhos - Leandro Donizete e Pereira (Coritiba); Pierre e Marcão (Palmeiras).

Renda - Não disponível.

Público - 17.534 pagantes.

Local - Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.