Coritiba volta ao Couto Pereira 84 dias após confusão

Depois de 84 dias sem poder jogar no estádio Couto Pereira, em razão de a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ter exigido algumas obras, como trajeto mais seguro para os árbitros até o vestiário e isolamento de torres metálicas, o Coritiba retorna a sua casa, neste domingo, às 19h30, contra o Nacional, de Rolândia.

EVANDRO FADEL, Agencia Estado

28 de fevereiro de 2010 | 08h37

A liberação não vale para o Campeonato Brasileiro, para o qual o Superior Tribunal de Justiça (STJD) puniu com perda de 30 mandos de jogos, devido à invasão de campo e atos de violência na última partida do ano passado, contra o Fluminense, quando o time paranaense foi rebaixado para a

Série B.

O time jogou cinco partidas de seu mando fora do Couto Pereira, tendo vencido quatro delas e perdido uma - para o Paraná. O Coritiba mantém a liderança do campeonato, com 22 pontos, quatro à frente do Atlético, que é o segundo colocado. O Nacional está nas últimas colocações, com apenas seis pontos.

Já o Atlético entra um pouco antes em campo, às 15h50, contra o Rio Branco, em Paranaguá. O zagueiro Rhodolfo e o lateral Márcio Azevedo estão suspensos. Entram o zagueiro colombiano Vanegas e o lateral Eracles. No ataque, é provável que o argentino Pepe Toledo inicie a partida.

As outras partidas deste sábado serão as seguintes: Iraty x Corinthians Paranaense, Engenheiro Beltrão x Serrano, Paranavaí x Operário e Cianorte x Toledo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato ParanaenseCoritiba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.