Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Coronavírus faz seleção brasileira monitorar todos os jogadores convocados

Médico da CBF está em contato com clubes e com o Ministério da Saúde para garantir a saúde de todos

Marcio Dolzan, do Rio, Estadão Conteúdo

06 de março de 2020 | 13h02

A primeira convocação de Tite para as Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar, em 2022, mostrou que a seleção brasileira também está preocupada com o coronavírus. Com os laterais Alex Sandro e Danilo oriundos da Juventus, da Itália - país que tem registrado grande número de casos da doença - e outros 15 de outros países europeus, a comissão técnica decidiu monitorar a situação de cada um deles.

"Sabemos que os jogadores chegarão de diversos países e tomaremos as medidas necessárias para preservar o bem-estar dos jogadores e da comissão técnica", afirmou o coordenador da seleção, Juninho Paulista.

Segundo a CBF, o chefe do departamento médico da seleção, Rodrigo Lasmar, está em contato com todos os clubes que tiveram jogadores convocados. A intenção é acompanhar eventuais problemas de saúde no período antes da apresentação para os jogos dos dias 27 e 31 de março, diante de Bolívia e Peru. Os jogadores se apresentam em Recife no dia 23.

Durante a coletiva que se seguiu à divulgação da lista de convocados, o preparador físico da seleção, Fábio Mahseredjian, demonstrou tranquilidade sobre o assunto e revelou que chegou a ser considerado como um caso suspeito de ter contraído coronavírus.

"O que posso dizer que é Rodrigo Lasmar antecipou essa situação e conversou com o Ministério da Saúde e tomou todas as providências necessárias. Ele está conversando também com os departamentos médicos dos clubes. O doutor Lasmar está atento 24 horas e recebendo todas as informações", comentou. "Estive na Itália e semana passada. Depois tive febre, garganta seca... Fiquei em isolamento, fui informado pela médica de que de seis em seis horas mudavam os procedimentos em relação ao coronavírus. Então estamos atentos."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.