Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook

Coronel Nunes assume presidência da CBF após licença de Del Nero

Presidente conclui manobra para escolher aliado na entidade

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

07 de janeiro de 2016 | 14h06

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou nesta quinta-feira seu novo presidente provisório. Marco Polo Del Nero se reuniu com a cúpula da entidade durante a manhã, apresentou um novo pedido de licença do cargo e nomeou o coronel Antônio Carlos Nunes como novo mandatário da entidade que dirige o futebol brasileiro. Trata-se do terceiro presidente da CBF somente em 2016, o quarto nos últimos nove meses.

Em nota sucinta publicada em seu site, a CBF informou que “o Dr. Marco Polo Del Nero, por motivos de ordem pessoal, se licenciará, voluntariamente, a partir do próximo dia 8 de janeiro, do cargo de presidente desta confederação pelo período de até 150 dias”. O prazo é o mesmo que havia sido estabelecido da primeira vez em que Del Nero se licenciou, no início de dezembro, mas que acabou interrompido esta semana.

A nomeação do coronel Nunes era esperada desde terça-feira, quando Del Nero voltou de sua licença de cinco meses para apear o deputado federal Marcus Vicente (PP-ES) da presidência interina. Vicente havia assumido em 4 de dezembro, mas teve o mandato abreviado por conduzir a CBF de forma mais independente do que o esperado por Marco Polo, que assumira em abril de 2015 com mandato até 2019.

Com a nomeação de Nunes, coronel da reserva da Polícia Militar do Pará, Del Nero tem novamente a garantia de que continuará exercendo o controle sobre a CBF, mesmo licenciado. Antônio Carlos Nunes é aliado e se diz "amigo de longa data" do cartola.

Presidente da federação paraense de futebol há seis mandatos, o coronel Nunes, de 77 anos, foi eleito vice-presidente da CBF pela região sudeste em meados de dezembro. A manobra serviu para tirar do catarinense Delfim de Padua Peixoto Filho, 74, o direito de assumir a presidência em caso de impedimento de Marco Polo Del Nero, já que o estatuto estabelece que, nesse caso, quem assume é o vice mais velho.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolCBFDel NeroNunes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.