Loic Venance/AFP
Loic Venance/AFP

Corpo de Emiliano Sala chega à Argentina para velório e cremação

Últimas homenagens ao jogador argentino, que morreu em acidente de avião, serão em Progresso, sua cidade natal

Redação, Estadão Conteúdo

15 de fevereiro de 2019 | 15h27

O corpo do jogador argentino Emiliano Sala, falecido em um acidente aéreo no Canal da Mancha no mês passado, chegou nesta sexta-feira a Buenos Aires. Agora, então, está em traslado para Progreso, a sua cidade natal, onde vai ser velado por familiares e amigos, antes da sua cremação.

Os restos mortais do jogador, de 28 anos, chegaram ao Aeroporto Internacional de Ezeiza em um voo proveniente de Londres. Um veículo de uma empresa funerária retirou o ataúde e iniciou uma viagem até a cidade onde Sala nasceu, localizada 540 quilômetros ao norte da capital argentina.

Sala, que havia acertado a sua transferência ao Cardiff, time galês que disputa o Campeonato Inglês, estava em um avião monomotor pilotado por David Ibbotson que desapareceu do radar sobre o Canal da Mancha em 21 de janeiro, em voo da cidade francesa de Nantes até Cardiff.

Os restos da aeronave foram localizados em 3 de fevereiro, após a família arrecadar fundos para iniciar uma busca privada com David Mearns, um norte-americano especialista na detecção de naufrágios, em colaboração com investigadores britânicos. Só foi encontrado o corpo de Sala, que segundo a autópsia faleceu por lesões na cabeça e no tronco.

Pouco depois da chegada do corpo de Sala, também desembarcaram na Argentina, em outros voos, Nicolas Pallois, seu amigo e companheiro no Nantes, além do técnico Neil Warnock, do Cardiff, e seu diretor-geral Ken Choo.

A contratação de Sala seria a mais cara da história do Cardiff, por 15 milhões de libras (cerca de R$ 72 milhões). O jogador viajava para a capital de País de Gales após se despedir dos seu antigos companheiros do Nantes.

Os restos de Sala serão velados no sábado no clube San Martín de Progreso, onde, ainda criança, deu seus primeiros passos no futebol. Ao final da cerimônia, serão levados a uma funerária para sua cremação.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Emiliano Salafutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.