Corpo de jogador só deve chegar na 6ª

O coração do jogador Cristiano de Lima Júnior, atacante do time de futebol Dempo Sports Club, foi retirado por médicos indianos, que prosseguem com os exames sobre as causas da parada cardíaca que o matou durante uma partida no último domingo. De acordo com a assessoria de imprensa do Ministério das Relações Exteriores, a iniciativa dos médicos permite a emissão de um atestado de óbito provisório, com o qual poderá ser autorizado o translado do corpo ao Brasil e seu sepultamento, em Brasília, antes do final das investigações policiais. Entretanto, a data do embarque ainda está indefinida.Conforme explicou a assessoria, a embaixada do Brasil em Nova Délhi aguardou no dia de hoje (07) a entrega do atestado provisório por um funcionário do Dempo Sports Club para poder legalizar o documento e, assim, autorizar o desembarque do corpo de Júnior em território brasileiro. Entretanto, o atestado não foi entregue. A previsão é que o corpo possa ser embarcado em um vôo na noite desta quarta-feira, caso o documento seja levado à embaixada pela manhã. Nesse caso, a chegada no Brasil poderá ocorrer na madrugada de sexta-feira. Não há nenhuma previsão de quando o atestado de óbito definitivo será emitido.O Itamaraty informou ainda que a morte do jogador brasileiro provocou forte comoção na Índia, em especial nas cidades de Calcutá e Gôa, onde está a sede do Dempo Sports Club. De acordo com o ministério, colegas de Júnior relataram à imprensa local que ele havia sofrido mal-estar na semana anterior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.