Corregedor vai ouvir Eurico em março

O corregedor-geral da Câmara, Barbosa Neto (PMDB-GO), disse nesta terça-feira que, por volta do dia 20 de março, ouvirá o presidente do Vasco da Gama, deputado Eurico Miranda (PPB-RJ), sobre as denúncias contra ele feitas pela CPI do Futebol. A comissão acusou o deputado, no relatório final, de desviar recurso do clube, de falsificar documentos, sonegar e "lavar" dinheiro fora do País. Ele também teria cometido crime eleitoral, ao informar incorretamente à Justiça sobre os recursos que utilizou na sua última campanha. De acordo com a CPI, boa parte desse dinheiro saiu dos cofres do Vasco da Gama.O relator da comissão, senador Geraldo Althoff (PFL-SC), entregou ao corregedor documentos que comprovariam o envolvimento do dirigente nesses crimes. Barbosa Neto espera complementar as informações com dados que solicitará ao procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro. Ele acredita que concluirá seu relatório no início de abril.Qualquer que seja seu parecer, caberá ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar decidir sobre a abertura de processo contra Eurico Miranda por quebra de decoro parlamentar. Se for condenado, o parlamentar terá o mandato cassado. O senador Althoff acredita que as provas contra o deputado são tão consistentes, que ele não terá como se defender.Por recomendação da CPI do Futebol, a Comissão de Educação do Senado aprovou nesta terça-feira a Subcomissão de Desportos, de caráter permanente, destinada a apreciar programas, propostas e políticas governamentais para o setor. Para Althoff, por intermédio dos parlamentares, a subcomissão deve interpretar os anseios e opiniões de vários segmentos da sociedade sobre o que necessita o desporto brasileiro para se desenvolver.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.