Divulgação/Federação de Futebol da Mongólia
Divulgação/Federação de Futebol da Mongólia

Corrida para a Copa do Catar começa com brasileiro em ação e jogo na Mongólia

Fase preliminar das Eliminatórias Asiáticas terá 12 países em campo e marca início da caminhada rumo a 2022

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

04 de junho de 2019 | 12h00

A corrida para a Copa de 2022, no Catar, começa na próxima quinta-feira, bem distante das condições luxuosas do Oriente Médio, sem os craques dos grandes clubes europeus e longe da grande presença de torcedores. O início da disputa por uma das vagas no Mundial terá início na fase prévia das Eliminatórias Asiáticas, com o encontro da Mongólia contra Brunei (às 6h da manhã no horário de Brasília).

A capital mongol Ulan Bator e o acanhado estádio com capacidade para 5 mil pessoas e gramado sintético vai receber a primeira partida entre candidatos por uma na próxima Copa. A fase prévia das Eliminatórias Asiáticas reúne os 12 países do continente com pior posição no ranking da Fifa. Nesta etapa, confrontos de ida e volta definem seis equipes que avançam para a fase seguinte, quando as demais seleções locais vão entrar na disputa.

A fase prévia também vale vaga para a Copa da Ásia de 2023, assim como representa a oportunidade para países sem tradição experimentarem como é sonhar com a participação em uma Copa do Mundo. A minúscula ilha de Guam, que pertence aos Estados Unidos, é um dos candidatos, assim como o Sri Lanka, país asiático com os piores resultados recentes, e Laos, um dos poucos países do mundo com governo comunista.

O cenário de participantes contempla ainda a língua portuguesa. Duas antigas colônias de Portugal, Timor-Leste e Macau, vão tentar avançar à segunda fase. No Paquistão, uma das armas é o comando brasileiro na comissão técnica. O treinador José Antônio Nogueira está na equipe desde o ano passado e trabalha junto com o preparador físico Beto Portella e o preparador de goleiros Marcelo Schroeder.

"No Paquistão o desafio é mudar a cultura interna do país. O primeiro esporte é o críquete. O futebol talvez esteja em segundo lugar. Já é possível ver as crianças começando a usar camisas do Brasil e de times europeus", disse Nogueira ao Estado. Os paquistaneses têm como desafio na estreia o Camboja, fora de casa (às 8h, de Brasília). O jogo de volta será realizado no Catar, que se ofereceu para sediar o encontro.

Boa parte da seleção paquistanesa atua no próprio país. O futebol local tem poucos jogadores estrangeiros e conta com liga profissional há apenas 15 anos. "O jogador paquistanês não tem experiência nem uma atividade tão forte quanto outros jogadores, mas tem uma qualidade que precisa ser trabalhada. Metade do meu elenco já está fora do país, então é bem diversificado", afirmou Nogueira.

Em janeiro, o Atlético de Madrid abriu uma academia de futebol na cidade de Lahore, no Leste do país, com treinadores espanhóis, para buscar desenvolver talentos locais. O adversário na primeira fase, o Camboja, tem como principal estrela o treinador. O ex-meia japonês Keisuke Honda, que jogou no Milan, é o responsável por montar a equipe.

NOVO CALENDÁRIO

Com a Copa do Mundo marcada para os meses de novembro e dezembro de 2022, as Eliminatórias vão começar mais tarde. Exceto a Europa e África, todos os demais continentes só vão definir todos os classificados no começo de 2022, a cerca de oito meses para o início do torneio. Após a Ásia dar início à definição de vagas, ainda neste ano terá início a disputa na Oceania e na África.

Três perguntas para...José Antônio Nogueira, técnico da seleção do Paquistão

Como é o estilo de jogo da seleção paquistanesa?

Nós mudamos muito o estilo. Era um jogo muito lento, apenas bolas lançadas da defesa ao ataque, com ligação direta. Não tinha trabalho no meio-campo, nenhuma organização de inteligência no jogo. Eram apenas bolas alçadas para propor ganho físico entre atacante e zagueiro, sem trabalho no meio-campo.  Era assim que se dava o jogo tanto na seleção como nas equipes do campeonato nacional.

Os problemas políticos da região já atrapalharam o seu trabalho?

Houve uma situação da Caxemira, em que não pudemos participar de umas partidas classificatórias para um campeonato em 2020, que será na Tailândia. A disputa de território entre Índia e Paquistão naquela região fez o espaço aéreo ficar bloqueado e ficamos sem saída tanto para os dias de jogo, como a nossa viagem para o treino.

Até onde Paquistão pode ir nas Eliminatórias?

Nossa seleção ainda está engatinhando. Nosso projeto é passar pelo Camboja e chegar à etapa seguinte, a fase de grupos. Nunca aconteceu de chegarmos lá. Agora estamos tentando ganhar do Camboja para ter mais força e equilíbrio, assim como ter uma colocação melhor no ranking da Fifa.

Jogos da primeira rodada das Eliminatórias para a Copa de 2022

Mongólia x Brunei

Butão x Guam

Laos x Bangladesh

Camboja x Paquistão

Macau x Sri Lanka

Malásia x Timor Leste

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.