Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Corte de carga de ingressos sem aviso cria polêmica no São Paulo

Redução de 12 mil bilhetes aconteceu por causa da montagem do palco do show de Beyoncé

FERNANDO FARO, Agência Estado

13 de setembro de 2013 | 18h13

SÃO PAULO - O que era para ser casa cheia para a reestreia de Muricy Ramalho virou um imbróglio da diretoria. Depois de anunciar 43 mil ingressos à venda para a partida contra aPonte Preta, o São Paulo acabou admitindo que reduziu a carga de ingressos em 12 mil lugares e o público total no Morumbi acabou sendo de 27.548 espectadores.

Os números só se tornaram conhecidos após a divulgação do relatório financeiro no site da Confederação Brasileira de Futebol, que escancarou a diferença dos números divulgados pelo clube antes de a bola rolar. O público e a renda da partida não foram divulgadas no Morumbi, como acontece tradicionalmente em todos os jogos.

A redução - sem aviso prévio da direção - aconteceu por causa da montagem do palco do show da cantora Beyoncé. As instalações prejudicariam a visibilidade dos torcedores e a diretoria temeu ser acionada judicialmente por aqueles que se sentissem lesados.

O São Paulo nunca mencionou publicamente a redução do espaço para 31 mil torcedores e chegou a publicar uma nota afirmando que os ingressos estavam todos esgotados. Ao confirmar a confusão, fez um comunicado pelo Twitter.

"Sobre o jogo de ontem: cumprindo o Estatuto do Torcedor, os setores azul e vermelho tiveram capacidade reduzida, por problemas de visibilidade. A carga divulgada de 43.574, portanto, foi posteriormente reduzida. Devido aos shows a maioria dos camarotes do estádio também não abriu. Todos os ingressos disponíveis ao público se esgotaram antecipadamente, como divulgado, restando apenas cativas e camarotes (venda restrita). Já estamos trabalhando para que mais ingressos sejam disponibilizados aos torcedores na próxima partida! Saudações Tricolores."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoSão Paulo FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.