Divulgação/São Paulo FC
Divulgação/São Paulo FC

Corte no orçamento afeta investimentos na Copa de 2014

Cidades que sediarão os jogos do Mundial deixarão de contar com uma verba de R$ 1,8 bilhão

Edna Simão, Agência Estado

04 de janeiro de 2010 | 18h21

O texto do final do orçamento de 2010, que foi finalizado nesta segunda-feira, sofreu um corte de R$ 2,498 bilhões em suas emendas e os recursos de obras de infraestrutura para a Copa do Mundo de 2014 foram os mais afetados. Agora, o relatório será encaminhado até quarta-feira para sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Os investimentos para as cidades que sediarão a Copa do Mundo sofreram corte de R$ 1,8 bilhão. O deputado Geraldo Magela (PT-DF), relator do orçamento, afirmou que as alterações podem atrasar e atrapalhar o andamento de algumas obras para o Mundial de 2014.

Os cortes foram realizados para atender acordo firmado com a oposição para viabilizar a aprovação do orçamento. De acordo com o texto final, o montante que será destinado para emendas de bancada passou de R$ 8,614 bilhão para R$ 11,112 bilhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.